pg-nmgaAtualização
Compartilhe

A força da mulher empreendedora: Sebrae premia empresárias inspiradoras

Em noite emocionante, Prêmio Sebrae Mulher de Negócios revela vencedoras nas categorias Microempreendedora Individual, Produtora Rural e Pequeno Negócio
PorRedação
pg-nmgaAtualização
Compartilhe
A vencedora da categoria MEI, Carla Naiara. Foto: Erivelton Viana

“É uma alegria imensa e uma satisfação olhar para toda a minha trajetória e sentir muito orgulho. Esse prêmio é um sonho!”, vibrou Carla Naiara, com a família do Piauí, na plateia, que veio a Brasília para fazer torcida durante a cerimônia que revelou as vencedoras da etapa nacional do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, nesta terça-feira (5), na capital federal. Ela levou o primeiro lugar na categoria Microempreendedora Individual (MEI) por seu desempenho à frente de uma loja de roupa e um brechó, além de organizar também uma feira do empreendedor em sua cidade, Ribeiro Gonçalves (PI) – onde um telão foi instalado para transmitir, ao vivo, a premiação e vitória emocionante de Carla.

Carla Naiara foi uma das 4 mil mulheres que se inscreveram no prêmio, volume 37% maior do que no ano anterior. As finalistas que participaram da cerimônia de hoje foram divididas em três categorias – Pequenos negócios, Produtora Rural e Microempreendedora Individual (MEI) – e já haviam passado pelas peneiras estadual e regional. O objetivo da competição é dar visibilidade e reconhecimento às empreendedoras brasileiras.

“Todas vocês são vitoriosas pois acreditam em si, no trabalho que fazem, e são merecedoras do prêmio. Vocês podem sempre contar com o Sebrae”, disse a diretora de Administração e Finanças do Sebrae, Margarete Coelho, às finalistas durante a entrega do prêmio. “Vocês representam as quatro mil mulheres que acordam cedo, têm tripla jornada, superam todos os obstáculos e, mesmo assim, não perdem a esperança. Sabemos disso tudo, dos obstáculos, dos empecilhos, dos medos e das inseguranças. O Sebrae sabe disso e apoia, incentiva e quer aumentar o potencial das mulheres. Esse prêmio é um exemplo disso”, completou.

Campeãs na categoria MEI. Foto: Erivelton Viana.

Além da microempreendedora piauiense, dividiram o pódio na categoria MEI a imigrante e artesã venezuelana Norelis Madriz, da ProCriArt Awekü (Roraima), em segundo lugar, e Helen Viana, da HFBLESS Clínica de Estética Feminina (Rio Grande do Sul), em terceiro.

As vencedoras na categoria Produtora Rural. Foto: Erivelton Viana.

Muito emocionada, a produtora de orgânicos Luciana Athayde, que comanda o Sítio Agroecológico Tolú, no Pará, levou o troféu na categoria de Produtora Rural.

Nós utilizamos resíduos orgânicos que iam para o lixão e que agora vão para o nosso sítio e viram comida de verdade. Obrigada a todos que seguraram na minha mão e acreditaram.

Luciana Athayde, vencedora na categoria Produtora Rural.

O segundo lugar foi para o Piauí, com a Maria Francisca dos Santos, que cultiva frutas e produz polpas, e Anna Gabriella Rodrigues, de São Paulo, ocupou a terceira posição com a produção de palmito na Palmitolândia.

Já Andrea Carvalho, do Rio de Janeiro, agradeceu às inúmeras figuras femininas que a ajudaram na caminhada empreendedora que culminou com o primeiro lugar na categoria Pequeno Negócio.

Honro esse lugar por cada uma de vocês que se inscreveram. Em quase 15 anos do meu negócio, há muito de muitas mulheres que me ajudaram a chegar até aqui.

Andrea Carvalho, campeã na categoria Pequeno Negócio.

Ela trabalha com produtos feitos de papel artesanal, reciclado e biodegradável. Conquistaram o segundo e terceiro lugares, respectivamente, a empresária Elizangela Colodino, da JJ Borrachas (GO), e Marília Borba, da Pronto Imagem Radiologia Veterinária (RS).

Independência financeira é a liberdade da mulher

A presidente do Conselho da Mulher Empreendedora e Cultura (CMEC), Beatriz Guimarães, exaltou o papel do Sebrae no fortalecimento das mulheres nos municípios e a importância do prêmio como grande incentivador do empreendedorismo feminino. “É uma grande missão ser modelo para tantas outras que também podem seguir vocês. Mesmo com medo, vamos avançar. Tenham a missão de vocês de inspirar outras mulheres, pois a independência financeira é a liberdade da mulher”, destacou.

Durante o evento, outras mulheres também compartilharam suas histórias de empreendedorismo em uma roda de conversa sobre liderança feminina mediada pela diretora Margarete Coelho. Participaram do bate-papo a jornalista, empresária, apresentadora e ativista Cris Guterres; a empresária e fundadora da Nhaí, Raquel Virgínia; e Silvana Louro, fundadora da Equal Moda Inclusiva.

Sebrae Delas

É um programa do Sebrae que incentiva, valoriza e acelera a jornada de mulheres que empreendem ou querem empreender. É uma forma de orientar, inspirar as empreendedoras a vender mais, aumentar seus lucros, conquistar novos clientes e fechar novos contratos. Nos últimos cinco anos, o Sebrae já atendeu mais de 14,2 milhões de empreendedoras. Saiba mais aqui [https://www.bkindex.com/sites/PortalSebrae/empreendedorismofeminino].

Confira abaixo a lista de ganhadoras:

MICROEMPREENDORA INDIVIDUAL

1º Lugar – Carla Naiana de Menezes Mota (Piauí) – Loja, brechó e Feira do Empreendedor em Ribeiro Gonçalves (PI)
2º Lugar – Norelis Nathalie Madriz Falcon (Roraima) – ProCriArt Awekü
3º Lugar – Helen Fernanda Dorneles Viana (Rio Grande do Sul) – HFBLESS Clínica De Estética Feminina

PRODUTORA RURAL

1º Lugar – Francisca Luciana Araújo Lisboa de Athayde (Pará) – Sítio Agroecológico Tolú
2º Lugar – Maria Francisca dos Santos (Piauí)
3 º Lugar – Anna Gabriella Rodrigues de Araújo Mayer Braga (São Paulo) – Palmitolândia

PEQUENOS NEGÓCIOS

1º Lugar – Andrea Cunha de Carvalho (Rio de Janeiro) – Papel Semente
2º Lugar – Elisangela Sheila Colodino Feitosa (Goiás) – JJ Borrachas
3º Lugar – Marília Correa Borba (Rio Grande do Sul) – Pronto Imagem

  • Empreendedorismo Feminino
  • MEI
  • Mulher
  • Prêmio Sebrae Mulher de Negócios
  • Produtora rural
  • PSMN