pg-nmga
Compartilhe

Agência Sebrae COP 30 será inaugurada nesta terça-feira (29)

Na ocasião, haverá a apresentação da estratégia de atuação adotada pela instituição em apoio aos empreendedores e serão assinadas Cartas de Intenção
PorRedação
pg-nmga
Compartilhe

OSebrae no Pará vai inaugurar, nesta terça-feira (29), às 19h, a Agência Sebrae COP 30. O espaço, que irá funcionar na sede da instituição, em Belém, foi pensado para concentrar os trabalhos de apoio aos pequenos negócios para a conferência, que será em novembro de 2025, na capital paraense. O governador Helder Barbalho e a vice-governadora Hana Ghassan participam do evento.

A Agência Sebrae COP 30 funcionará das 8h às 17h. No local, haverá atendimentos presenciais e toda a atuação será gerenciada do Sebrae para a Conferência. As ações serão coordenadas por especialistas do Sebrae/PA e de mercado, com base em inteligência de dados, que estão sendo levantados pela instituição e pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

“Desde que o governador Helder Barbalho anunciou a COP 30 em Belém, nós, do Sebrae, assumimos o compromisso de contribuir na preparação dos pequenos negócios para esse importante evento, e essa agência vai facilitar o atendimento aos empreendedores e às demandas geradas pelo grupo de trabalho interno e da rede de parceiros que será formada”, destaca o diretor-superintendente do Sebrae/PA, Rubens Magno.

No evento, também será apresentada a estratégia de atuação adotada pelo Sebrae/PA em apoio aos empreendedores e formalizadas parcerias da instituição com a Universidade do Estado do Pará (UEPA), Secretaria de Estado de Cultura (Secult), Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Prefeituras Municipais de Soure e Cachoeira do Arari, na Ilha do Marajó, Senar, Faepa, Senai e Fiepa, para a atuação em rede.

Projeto Inovador 

O projeto de ilustração da Agência Sebrae COP 30 foi assinado por oito artistas paraenses, de cinco municípios (Belém, Marabá, São Caetano de Odivelas, Viseu, Parauapebas). É uma equipe plural: Sebá Tapajós (direção artística e produção), Mama Qilla, Brenda Ilustra, Regilane Guajajara, Jonatas Amorin, And Santtos, Zachart e Débora Magalhães, representativa de grupos sociais – LGBTQIA+, mães solo e de pessoa com deficiência, indígenas e pretos e pretas.

“É um projeto inovador, pensando para envolver quem passar pelo local na atmosfera da nossa atuação na COP, que está pautada em três pilares, que são pluralidade, sustentabilidade e inovação, além de quatro grandes áreas – mobilidade, meios de hospedagem, economia criativa e alimentos e bebidas”, destaca Rubens Magno.

Na ilustração das paredes, há elementos da fauna e da flora da região, como raízes, que foram pensadas numa analogia ao nascimento do relacionamento do Sebrae com a COP 30; grafismo do casco de Jabuti, que é muito utilizado por povos indígenas, arte que simboliza força e resistência; e imagens que retratam o cotidiano de ribeirinhos.

O trabalho também presta homenagem a Belém, em tipografias regionais que falam de cultura, gastronomia e costumes – banho de rio, tucupi, maniçobas, açaí, tacacá, calor, chuva da tarde.

A Criação de Adão, um afresco pintado por Michelangelo no teto da Capela Sistina, no Vaticano, inspirou uma das ilustrações. O artista fez uma releitura da obra, inserindo elementos e cores da Amazônia, como o verde e o açaí.

Telas instaladas no espaço retratam os eixos e áreas de atuação do Sebrae na COP30 e paisagens amazônicas.

Sebrae e a COP 30

A COP 30 deve atrair mais de 80 mil pessoas, cenário propício para a captação de investidores, para o desenvolvimento dos empreendimentos existentes, para a geração de negócios e, consequentemente, para a criação de empregos.

É de olho nesse ambiente favorável para empreender que o Sebrae/PA vai atuar, a fim de gerar oportunidades para os pequenos negócios paraenses – microempreendedores individuais, micro e pequenas empresas, pequenos produtores rurais – que são a grande mola da economia paraense.

“Nossa intenção é aproveitar esse cenário positivo com a COP 30 para fortalecer os pequenos negócios, dando condições para que eles assumam, definitivamente, o papel de protagonistas do desenvolvimento sustentável da Amazônia, além de fomentar o empreendedorismo”, ressalta Rubens Magno.

O apoio aos pequenos negócios inclui capacitações e consultorias especializadas, entre outros produtos e serviços, sendo que alguns deles já fazem parte do portfólio da entidade e outros serão desenvolvidos, de acordo com as necessidades apresentadas nesse horizonte de dois anos, além de ações de internacionalização. “Haverá um projeto específico para apoiar o empreendedor a acessar o mercado internacional”, informa Rubens.

O trabalho será realizado diretamente pelo Sebrae/PA ou por meio da uma rede de parceiros que a entidade articulará. Os participantes receberão ‘Certificado Sebrae COP 30.

O empreendedor poderá acessar produtos e serviços presencialmente ou de forma remota, pelos canais digitais do Sebrae/PA, entre eles um site que foi criado especificamente para a COP, onde também serão reunidos conteúdos e notícias sobre e relacionados à conferência; e pela Central de Relacionamento (0800 570 0800).

Sobre a COP

A Conferência das Partes (COP) é o maior e mais importante evento sobre clima e meio ambiente do mundo. A conferência é promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU) desde 1995 e reúne líderes de diversos países.

A COP tem o objetivo de debater as mudanças climáticas, encontrar soluções para os problemas ambientais que afetam o planeta e negociar acordos entre os países participantes.

  • COP 30
  • ONU
  • Sustentabilidade