pg-nmga
Compartilhe

Encontro em estância em Piracanjuba consolida Rota Gastronômica nas Águas Quentes

Representantes do programa Turismo 4.0 estão realizando mapeamento para novos produtos na região
PorAlcione Santos, de Piracanjuba
pg-nmga
Compartilhe

Agentes do Sebrae foram a Piracanjuba para mapear potenciais turísticos na região rural dentro de mais uma iniciativa do programa Turismo 4.0. Com ele, a entidade vem estruturando a Rota Gastronômica que envolve a região das Águas Quentes (Caldas Novas, Rio Quente e Piracanjuba). A iniciativa é voltada à implantação de agentes de roteiros turísticos para apoio e fortalecimento da governança e de desenvolvimento de novos produtos – rotas e roteiros – na região.

No caminho de estruturação e consolidação da Rota Gastronômica, a cidade de Piracanjuba, distante cerca de 85 km da capital, foi visitada por analistas do Sebrae de Caldas Novas e Goiânia. A cidade é considerada uma das maiores bacias leiteiras do país e celeiro de grãos do estado. Também se destaca na produção agrícola e no turismo e é considerada a capital nacional das orquídeas, tendo evento anual de exposição.

O café colonial é um dos atrativos para turistas nos estabelecimentos da rota

O novo atrativo para tornar a região ainda mais consolidada e incrementada no turismo, gerando mais benefícios para economia local, está na zona rural, na GO-147, distante 4 km da cidade. Sob o comando da família do senhor José Martins Júnior, a Estância Fonte Viva abre suas portas para receber visitantes que desejam passar um dia aguçando os sentidos no imenso parreiral.

A comitiva do Sebrae, composta pela analista Giovana Lopes e as consultoras Andréa Kelli e Laura Pedetti, realizou ali o 5º Encontro da Rota Gastronômica da Região das Águas Quentes. A estância foi criada em 2006. Hoje o parreiral conta com 1.500 pés de uva Vitória, uva sem semente, uva Isabel e uva Niágara. A beleza do lugar se mantém com o cuidado dos familiares, amigos e colaboradores, voltado a receber visitantes com agendamento antecipado durante quatro meses do ano: durante a safra em julho e agosto; e durante a safrinha, em dezembro e janeiro.

Já foram registradas mais de 700 pessoas no parreiral, e o visitante, além de degustar uvas, também pode levar para casa suco natural, polpa da fruta e muda. A estância decidiu ampliar a interação com o público, proporcionando momentos especiais no parreiral. Entre informações sobre tipos de uvas, processos de plantio e produção, os visitantes seguem para conhecer os atrativos da localidade. Os proprietários irão criar novos ambientes para as crianças, ressaltando o trabalho social que realizam com a comunidade carente. O passeio na fazenda leva o visitante a uma experiência única com a beleza do local, e para chamar ainda mais atenção, o pôr do sol faz a experiência ficar ainda mais fascinante.

Os participantes do encontro trocaram ideias sobre como incrementar o potencial turístico da região

Os convidados foram recepcionados com um café da manhã colonial, que será estruturado para fazer parte do passeio. O time do Sebrae destacou que este fator é importante na construção da Rota Gastronômica, ou seja, ter uma atenção voltada a novas experiências e à diversidade da região. O café colonial irá buscar aliados com os produtores rurais locais, e a cidade de Cristianópolis, que conta, assim como Piracanjuba, com uma localização privilegiada na rota, compareceu com uma comitiva de mais de dez pessoas juntamente com o secretário de Agricultura e produtor da região, Marco Antônio Bueno de Matos, que colocou queijos especiais para degustação. Eles foram fazer um benchmarking para aproveitar as potencialidades de Cristianópolis, que se sobressai no plantio de flores e frutas, agregando mais valores à rota.

Hamburgueria Springfield

O secretário de Esporte, Lazer e Turismo de Piracanjuba, Diêgo Moraes Rodrigues, compareceu ao encontro juntamente com as proprietárias da Hamburgueria Springfield, que também faz parte da rota, das jovens empreendedoras Juliana da Silva Costa e Gisele Alves Magalhães. Em apenas um ano elas consolidaram seu negócio com um cardápio que chama a atenção. Além do hambúrguer artesanal de costela assado na brasa, tem o diferencial do pão caseiro, molhos – como ketchup de banana com rum e geleia de maracujá com manga e pimenta – e o frango recheado com bacon e cream cheese. Elas estão empolgadas e acreditando no novo conceito que a rota está oferecendo aos empreendimentos.

A Rota Gastronômica apresenta oportunidades de turismo de experiências e riquezas únicas. Uma uma prévia do plano de ação para 2023 já foi apresentada, experiências foram trocadas, e empresários discutiram com as representantes do Sebrae os objetivos e necessidades para sua consolidação. E uma das ações para o próximo ano é a implementação do projeto.

Também integram a rota os estabelecimentos Empadão da Tânia, Cachaçaria Vale das Águas Quentes, Museu dos Bonecos Gigantes, Kaeli Gelateria Artesanal, Cervejaria Hipócrates, Hamburgueria Don Facão, Chocolate do Cerrado Artesanal e Hotel Triângulo-Seresta.

  • Gastronomia
  • Turismo