pg-nmgaAtualização
Compartilhe

Jornalistas e influenciadores estrangeiros conhecem atrativos turísticos do Pará

Grupo visita Belém e a Ilha de Marajó e conhece atrativos sustentáveis ambientalmente integrados com a atividade turística
PorDa Redação
pg-nmgaAtualização
Compartilhe

Três jornalistas da Argentina e uma influenciadora digital do Chile estão no Pará participando de uma press trip para conhecer os principais atrativos do estado, em um roteiro que passa pela capital Belém e os municípios de Salvaterra e Soure, na Ilha de Marajó. A press trip é organizada pela Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur) em parceria com o Sebrae, com o apoio da secretaria de Turismo do Pará. Foram convidados repórteres especializados em turismo dos veículos Agência Télam, Agência Inter Press Service (IPS), Canal Doce e Rádio Mitre, todos da Argentina. Também participa da viagem a influenciadora chilena Victoria Ansaldo, do canal @octaviaviajando.

“Com a escolha de Belém como sede da COP-30, em 2025, os olhos do mundo estão na capital paraense. Começar a promover o turismo no Pará hoje é parte da estratégia de nos preparar para receber esse grande evento. O turismo é a atividade econômica central da mudança no modelo de desenvolvimento que o Brasil vai mostrar ao mundo, pois leva à conservação e à restauração da nossa natureza, gerando mais empregos e oportunidades, com a natureza preservada em vez de devastada”, destaca Marcelo Freixo, presidente da Embratur.

“O turismo de natureza é um dos segmentos turísticos mais importantes do estado do Pará. As riquezas naturais das regiões paraenses compõem grande parte dos atrativos turísticos do estado. Portanto, mostrá-los a veículos especializados de países da América Latina é um passo importante para consolidar Belém como uma sede relevante para a Cop 30”, afirma o secretário de Turismo do Pará, Eduardo Costa.

O presidente do Sebrae, Décio Lima, destaca que o turismo é um dos segmentos da economia que agrega dezenas de atividades, com alto potencial de geração de emprego, e que isso passa, necessariamente, pelos microempreendedores individuais (MEI) e micro e pequenas empresas.

“Os pequenos negócios representam cerca de 90% das empresas que atuam nessa área e o Sebrae trabalha para que esses empreendedores continuem sendo um dos caminhos para a redução da pobreza no país e geração de emprego. O Pará está no centro das atenções e oferece um turismo de experiência único no mundo e os pequenos negócios fazem parte disso, pois sabem da importância da sustentabilidade e da preservação da Amazônia para o bom desempenho das suas empresas e manutenção do turismo local”, ressalta.

A programação começou nessa quarta-feira (28) e vai até o domingo (2). No primeiro dia, o grupo ficou em Belém e conheceu o Theatro da Paz, o Mercado Ver-o-Peso, e fez um city tour pela Cidade Velha, o Complexo Feliz Lusitânia, que abriga a Catedral da Sé, Museu de Arte Sacra, Casa das Onze Janelas, Forte do Castelo e Museu do Encontro. Nessa quinta-feira (29), a programação seguiu para a Ilha de Marajó, onde os comunicadores conheceram a Praia do Pesqueiro, realizaram city tour na Comunidade do Pesqueiro e uma visita à Praia do Céu, com passeio de canoa regional.

A programação inclui ainda a exploração do centro histórico dos municípios da Ilha e atrativos turísticos de natureza, como a Reserva Extrativista Marinha de Soure, na Praia da Barra Velha, unidade de conservação brasileira de uso sustentável da natureza. Há também trilhas ecológicas na Unidade Rural Açaí Nativo (UTRAN), visita às ruínas da igreja dos Jesuítas e ao mirante natural sobre as falésias. Durante todos os dias, há almoços e jantares em que os visitantes são apresentados à diversidade da culinária local.

  • COP 30
  • Embratur
  • Ilha do Marajó
  • Pará
  • press trip
  • Turismo
  • Turismo de natureza