pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasTue, 20 Feb 2024 23:41:17 +0000pt-BRhourly 1 https://wordpress.org/?v=6.2.4pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/sebrae-e-ministerio-das-mulheres-firmam-parceria-para-ampliar-empreendedorismo-feminino/Tue, 20 Feb 2024 23:40:52 +0000https://www.bkindex.com/?p=20392Em reunião nesta terça (20), a Ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, e o presidente do Sebrae, Décio Lima, definiram que as políticas públicas pela igualdade e pelo enfrentamento da misoginia terão como aliados os programas Cidade Empreendedora e o Plural, nova iniciativa do Sebrae que tem como objetivo transformar o empreendedorismo em um mecanismo de transformação social e ampliar os negócios liderados por pessoas consideradas minorias na sociedade.

Segundo a ministra, o maior desafio hoje para executar as ações de políticas públicas para as mulheres está no alcance do público-alvo, “hoje temos menos de 300 instituições destinadas a efetivar as medidas do governo federal direcionadas a este público. Precisamos do apoio do Sebrae no processo de disseminação das ações do Ministério para que tenhamos a participação dos municípios brasileiros”, afirmou Cida Gonçalves.

O Programa Cidade Empreendedora chega hoje a 3 mil municípios. Para o presidente Décio Lima, o Sebrae será estratégico para disseminar os projetos e ações do Ministério. “Estamos falando em igualdades de oportunidades, diversidade e inclusão. O Sebrae, como sexta marca mais forte do país, precisa atuar junto aos grandes desafios que o Brasil enfrenta. Avançar no enfrentamento da misoginia é um tema que necessita do compromisso da nossa instituição”, afirmou.

A ministra Cida Gonçalves lembrou ainda que no âmbito das políticas públicas, pelo menos dois eixos precisam ser atacados. O primeiro deles diz respeito à efetivação de medidas que permitam a inclusão das mulheres, que hoje se encontram na vulnerabilidade e o segundo está associado à igualdade salarial. “O empreendedorismo já vem sendo um forte aliado para muitas mulheres que recebem o bolsa família e que trabalham vendendo bolos ou marmitas para ampliar a renda”, lembrou.

A coordenadora do Sebrae Delas, Renata Malheiros, presente à reunião explicou que o programa do Sebrae chega a atender 100 mil mulheres por ano e que as ações vão além das capacitações, pois levam autoconfiança e orientações de como lidar com preconceitos. “O Sebrae Delas entende que a liberdade feminina pode ser alcançada por meio da autonomia financeira”, afirmou Malheiros.

O presidente Décio Lima destacou que o Sebrae terá o mês de março dedicado ao empreendedorismo feminino com um calendário repleto de atividades. Entre as atividades previstas estão uma campanha publicitária na temática do empreendedorismo feminino; o lançamento do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, que ano passado contou com 4 mil inscrições; uma cartilha sobre violência contra a mulher e o lançamento do Mulheres em Foco, curso desenvolvido pelo Sebrae, direcionado às mulheres que empreendem ou planejam empreender.

]]>
pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/sebrae-pelo-brasil-apresenta-resultados-do-tocantins-turismo/Tue, 20 Feb 2024 18:00:24 +0000https://www.bkindex.com/?p=20374O Sebrae Pelo Brasil tem agenda no Tocantins, nesta quinta-feira (22), que será o 15º estado a receber o projeto que evidencia as potencialidades das regiões brasileiras. O presidente do Sebrae, Décio Lima, cumpre compromissos na capital, Palmas, em conjunto com a Diretoria do Sebrae no Tocantins.

Pelo menos três projetos vão ganhar destaque durante a agenda de trabalho. O Tocantins + Turismo, que alcança 600 empreendedores diretamente e mais de mil indiretamente; o projeto de inclusão produtiva – Força Mulher, que promove a inclusão produtiva de mulheres; e ações em torno dos pequenos produtores da agricultura e de leite.

Os pequenos negócios em Tocantins foram responsáveis pela geração de 70% dos empregos no estado. Para o presidente Décio Lima, o ano de 2024 será de colher os resultados. “O bom momento econômico do país, o controle da inflação e a geração de emprego se consolidam para trazer de volta o desenvolvimento de que precisamos, com inclusão e geração de renda”, afirma.

Serviço:
Sebrae Pelo Brasil – Tocantins
Data: 22/02/24, quinta-feira
Horário: 15h (conversa com jornalistas)
Local: Pote de Ouro, Chácara Barriguda s/n , distrito de Taquaruçu.

]]>
pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/pequenos-negocios-liderados-por-mulheres-podem-receber-mentoria-sobre-exportacao/Tue, 20 Feb 2024 12:38:55 +0000https://www.bkindex.com/?p=20369Empresas lideradas por mulheres interessadas em vender seus produtos para outros países têm até esta sexta-feira (23) para se inscrever no Programa Elas Exportam, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) e da ApexBrasil, que tem a parceria do Sebrae. A iniciativa oferece mentorias que buscam aumentar a participação delas no comércio exterior. O edital é voltado para os setores de higiene pessoal, perfumaria, cosméticos, vestuário e têxtil. De acordo com dados da Pasta, em 2023, apenas 14% das empresas exportadoras brasileiras tinham preponderância feminina em seus quadros societários.

Inscreva-seaqui.

No total, 30 empresas serão selecionadas. Para participar é necessário ser proprietária, fundadora ou ocupar cargo de liderança em empresa que tenha produto ou serviço com potencial de exportação; e ter Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) ativo. Os encontros das participantes ocorrerão ao longo do primeiro semestre de 2024.

A ação pretende auxiliar no desenvolvimento de competências e habilidades técnicas e socioemocionais necessárias à atividade exportadora com palestras, workshops e a formação de duplas de mentoras que já passaram pelo processo de exportação e que desejam compartilhar a experiência. A seleção também será feita por meio do mesmo edital (clique aqui).

“Exportar, muitas vezes, é um mistério para o empreendedor, que não sabe como começar, acha que tudo vai ser muito difícil. Então, ter ali ao lado dessas empreendedoras uma mentora que já passou por isso é uma forma ajudá-las a encontrar o caminho. É um processo no qual a mentora e a mentorada se fortalecem”, comentou a coordenadora de Competitividade do Sebrae Nacional, Roberta Aviz. Somente em 2023, o Sebrae atendeu 6,5 mil empresas com soluções para estímulo à internacionalização.

A secretária de Comércio Exterior do MDIC, Tatiana Prazeres, destaca o compromisso do governo federal com a promoção da equidade de gênero e as expectativas com a nova edição do Elas Exportam. “Diante do diagnóstico que revelou a baixa participação das mulheres no comércio exterior, assumimos a responsabilidade de criar políticas públicas para reverter esse cenário. A primeira edição do Elas Exportam nos mostrou a alta demanda por iniciativas concretas nessa área. Estamos entusiasmados com a evolução do programa, agora com um foco setorial, e esperamos que o Elas Exportam contribua para incluir cada vez mais mulheres no comércio exterior”, afirmou.

]]>
pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/ultima-chamada-edital-do-sebrae-seleciona-ate-dia-21-projetos-de-eventos-que-promovam-o-empreendedorismo/Mon, 19 Feb 2024 20:49:08 +0000https://www.bkindex.com/?p=20361Termina nesta quarta-feira (21), às 15h, o prazo para que empresas, associações e projetos que promovam a cultura do empreendedorismo solicitem patrocínio ao Sebrae. Para participar, é necessário que iniciativa seja realizada entre abril e dezembro deste ano e faça conexão entre os pequenos negócios e ações de sustentabilidade, inovação, inclusão e competitividade.

“O Sebrae lançou este edital para patrocinar e agregar a sua marca a projetos que envolvam os pequenos negócios. Estamos dando transparência ao processo de apoio a patrocínios e, ao mesmo tempo, permitindo ampliar eventos que disseminem conceitos voltados à inclusão, à sustentabilidade e à inovação por meio do empreendedorismo. Este é o nosso papel”, comenta o presidente do Sebrae, Décio Lima.

Feiras, exposições, mostra de produtos, congressos, conferências, fóruns, seminários, workshops e rodadas de negócios são alguns dos tipos de projetos que podem se inscrever. Os eventos podem ser em formato presencial, híbrido ou virtual e devem ter pelo menos mais um patrocínio. A divulgação das iniciativas selecionadas ocorrerá em 29 de março.

Na inscrição, os projetos devem apresentar proposta de contrapartidas que promovam visibilidade de marca e institucional para o Sebrae (exposição da marca do Sebrae nas redes sociais e site do projeto, oferta de estande, espaço para palestras etc.). Para avaliação, o Sebrae levará em conta o número de participantes, público, abrangência territorial, relevância institucional, aderência técnica, contrapartidas e avaliação anterior.

O edital e lista de documentos necessários para se inscrever estão disponíveis aqui. Finalizada a realização do evento será necessário apresentar uma prestação de contas, que será disponibilizada no Portal da Transparência do Sebrae.

]]>
pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/valorizar-experiencia-do-cliente-contribui-para-o-sucesso-de-pequenos-negocios/Fri, 16 Feb 2024 12:00:49 +0000https://www.bkindex.com/?p=20340Oferecer boas experiências para o cliente ao longo da jornada de compra tornou-se um dos grandes desafios para quem empreende, seja no presencial ou digital. Em um mercado cada vez mais dinâmico e competitivo, é preciso ir além de vender um produto ou serviço de qualidade para garantir a sustentabilidade da empresa. Os negócios que conseguem colocar o cliente como centro da estratégia do empreendimento, desde o momento do primeiro contato com a empresa até o pós-venda, têm conseguido alcançar melhores resultados.

O gerente de Atendimento e Relacionamento com o Cliente do Sebrae Nacional, Enio Pinto, reforça que o cliente é a razão de ser de qualquer negócio. Ele explica que quem decide empreender deve ter em mente que as empresas existem para resolver os problemas dos seus clientes e que para obter lucros maiores é preciso valorizar a experiência o tempo todo.

O atendimento é uma coisa pontual. O relacionamento é uma coisa continuada. Eu costumo dizer que atendimento é uma foto e relacionamento é um filme. O empresário não costuma resolver o problema do cliente em um único atendimento. Em uma sequência de atendimentos, ele resolve, ao mesmo tempo que oferece uma experiência transformadora.

Enio Pinto, gerente de Atendimento e Relacionamento com o Cliente do Sebrae Nacional.

Consumidor brasileiro é exigente

De acordo com a CX Trends 2023, pesquisa conduzida pela Zendesk – líder global no setor desoftwares de atendimento ao cliente, o consumidor brasileiro revelou-se mais exigente que a média mundial. Enquanto, em média, 70% dos entrevistados responderam que gastam com empresas que oferecem uma experiência perfeita, esse percentual alcançou 85% entre os brasileiros. Por outro lado, 52% dos ouvidos pelo estudo afirmaram que uma única experiência ruim é motivo para trocar um negócio pela sua concorrência. No Brasil, esse índice chega a 76%.

O especialista do Sebrae acrescenta que é preciso entender as necessidades do cliente que atualmente espera muito mais do que o benefício do produto ou serviço. “O cliente paga preço, mas quer receber valor por meio de uma experiência memorável que varia de negócio para negócio. É na interação com o cliente que o empresário vai conseguir identificar o que agrega valor ao seu negócio e encanta o seu cliente”, argumenta.

Atenção especial

Na Escola Trilha Educação Especial, localizada na zona norte da capital paulista, a implementação de um Serviço de SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor – foi pensada para contribuir com a satisfação e na fidelização dos clientes. A empreendedora Sylvia Aragão, dona do estabelecimento, explica que a funcionária do SAC presta um atendimento personalizado desde o primeiro contato, passando pela efetivação da matrícula e orientações antes das aulas começarem.

A iniciativa tem apresentado resultados positivos para a escola. De 2023 para 2024, 98% dos alunos foram matriculados e, em um ano, o pequeno empreendimento apresentou um crescimento de 20%.

“A funcionária do SAC faz um pós-atendimento para verificar se há mais alguma dúvida e acompanha todo o processo da matrícula. Antes do início das aulas, ela também manda uma carteirinha com todas as orientações que os pais ou responsáveis precisam saber. Depois de uma semana de aula, entra em contato novamente para saber se está tudo bem”, conta.

Como valorizar a experiência do seu cliente?

Confira abaixo as dicas preparadas pelo especialista do Sebrae Nacional Enio Pinto:

  • Tenha empatia plena com seu cliente
    Busque ter uma visão 360º do seu cliente. Quanto mais você o conhece e interage com ele, mais vai conseguir surpreendê-lo e entregar o valor que ele deseja. Toda vez que seu cliente estiver na loja, aproveite para pedir umfeedback. Faça a pergunta fatal: se você pudesse indicar apenas um ponto de melhoria no meu negócio, qual seria? Se você conseguir implementar boa parte das sugestões, com certeza terá retorno positivo.
  • Saiba delegar tarefas para sobrar tempo para interagir com seu cliente
    Delegue ao máximo as tarefas operacionais do seu negócio e concentre-se no que é estratégico. Reserve tempo para pensar em como melhorar seu relacionamento com o cliente, seja visitando o seu concorrente como cliente oculto para identificar o que pode melhorar, seja se aproximando mais do seu fornecedor, que pode te trazer insights sobre novidades e tendências do mercado.
  • Seja lembrado como referência no seu setor
    Produza e compartilhe conteúdo relevante, educativo e interessante para seu público-alvo. Use blogs, vídeos e outros formatos de conteúdo para fortalecer sua posição como uma autoridade no setor.
  • Faça parcerias estratégicas
    Para ampliar o alcance do seu negócio, procure estabelecer parcerias com outras empresas da sua região. Essa é uma maneira de oferecer benefícios exclusivos para os seus clientes e estimulá-los na fidelização e compras recorrentes.

A partir de hoje, a pg-nmga está publicando uma série de reportagens com foco no atendimento ao cliente.

]]>
pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasTue, 20 Feb 2024 23:40:52 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.2.4pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/sebrae-e-ministerio-das-mulheres-firmam-parceria-para-ampliar-empreendedorismo-feminino/Tue, 20 Feb 2024 23:40:52 +0000https://www.bkindex.com/?p=20392Em reunião nesta terça (20), a Ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, e o presidente do Sebrae, Décio Lima, definiram que as políticas públicas pela igualdade e pelo enfrentamento da misoginia terão como aliados os programas Cidade Empreendedora e o Plural, nova iniciativa do Sebrae que tem como objetivo transformar o empreendedorismo em um mecanismo de transformação social e ampliar os negócios liderados por pessoas consideradas minorias na sociedade.

Segundo a ministra, o maior desafio hoje para executar as ações de políticas públicas para as mulheres está no alcance do público-alvo, “hoje temos menos de 300 instituições destinadas a efetivar as medidas do governo federal direcionadas a este público. Precisamos do apoio do Sebrae no processo de disseminação das ações do Ministério para que tenhamos a participação dos municípios brasileiros”, afirmou Cida Gonçalves.

O Programa Cidade Empreendedora chega hoje a 3 mil municípios. Para o presidente Décio Lima, o Sebrae será estratégico para disseminar os projetos e ações do Ministério. “Estamos falando em igualdades de oportunidades, diversidade e inclusão. O Sebrae, como sexta marca mais forte do país, precisa atuar junto aos grandes desafios que o Brasil enfrenta. Avançar no enfrentamento da misoginia é um tema que necessita do compromisso da nossa instituição”, afirmou.

A ministra Cida Gonçalves lembrou ainda que no âmbito das políticas públicas, pelo menos dois eixos precisam ser atacados. O primeiro deles diz respeito à efetivação de medidas que permitam a inclusão das mulheres, que hoje se encontram na vulnerabilidade e o segundo está associado à igualdade salarial. “O empreendedorismo já vem sendo um forte aliado para muitas mulheres que recebem o bolsa família e que trabalham vendendo bolos ou marmitas para ampliar a renda”, lembrou.

A coordenadora do Sebrae Delas, Renata Malheiros, presente à reunião explicou que o programa do Sebrae chega a atender 100 mil mulheres por ano e que as ações vão além das capacitações, pois levam autoconfiança e orientações de como lidar com preconceitos. “O Sebrae Delas entende que a liberdade feminina pode ser alcançada por meio da autonomia financeira”, afirmou Malheiros.

O presidente Décio Lima destacou que o Sebrae terá o mês de março dedicado ao empreendedorismo feminino com um calendário repleto de atividades. Entre as atividades previstas estão uma campanha publicitária na temática do empreendedorismo feminino; o lançamento do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, que ano passado contou com 4 mil inscrições; uma cartilha sobre violência contra a mulher e o lançamento do Mulheres em Foco, curso desenvolvido pelo Sebrae, direcionado às mulheres que empreendem ou planejam empreender.

]]>
pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/pequenos-negocios-liderados-por-mulheres-podem-receber-mentoria-sobre-exportacao/Tue, 20 Feb 2024 12:38:55 +0000https://www.bkindex.com/?p=20369Empresas lideradas por mulheres interessadas em vender seus produtos para outros países têm até esta sexta-feira (23) para se inscrever no Programa Elas Exportam, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) e da ApexBrasil, que tem a parceria do Sebrae. A iniciativa oferece mentorias que buscam aumentar a participação delas no comércio exterior. O edital é voltado para os setores de higiene pessoal, perfumaria, cosméticos, vestuário e têxtil. De acordo com dados da Pasta, em 2023, apenas 14% das empresas exportadoras brasileiras tinham preponderância feminina em seus quadros societários.

Inscreva-seaqui.

No total, 30 empresas serão selecionadas. Para participar é necessário ser proprietária, fundadora ou ocupar cargo de liderança em empresa que tenha produto ou serviço com potencial de exportação; e ter Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) ativo. Os encontros das participantes ocorrerão ao longo do primeiro semestre de 2024.

A ação pretende auxiliar no desenvolvimento de competências e habilidades técnicas e socioemocionais necessárias à atividade exportadora com palestras, workshops e a formação de duplas de mentoras que já passaram pelo processo de exportação e que desejam compartilhar a experiência. A seleção também será feita por meio do mesmo edital (clique aqui).

“Exportar, muitas vezes, é um mistério para o empreendedor, que não sabe como começar, acha que tudo vai ser muito difícil. Então, ter ali ao lado dessas empreendedoras uma mentora que já passou por isso é uma forma ajudá-las a encontrar o caminho. É um processo no qual a mentora e a mentorada se fortalecem”, comentou a coordenadora de Competitividade do Sebrae Nacional, Roberta Aviz. Somente em 2023, o Sebrae atendeu 6,5 mil empresas com soluções para estímulo à internacionalização.

A secretária de Comércio Exterior do MDIC, Tatiana Prazeres, destaca o compromisso do governo federal com a promoção da equidade de gênero e as expectativas com a nova edição do Elas Exportam. “Diante do diagnóstico que revelou a baixa participação das mulheres no comércio exterior, assumimos a responsabilidade de criar políticas públicas para reverter esse cenário. A primeira edição do Elas Exportam nos mostrou a alta demanda por iniciativas concretas nessa área. Estamos entusiasmados com a evolução do programa, agora com um foco setorial, e esperamos que o Elas Exportam contribua para incluir cada vez mais mulheres no comércio exterior”, afirmou.

]]>
pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/ultima-chamada-edital-do-sebrae-seleciona-ate-dia-21-projetos-de-eventos-que-promovam-o-empreendedorismo/Mon, 19 Feb 2024 20:49:08 +0000https://www.bkindex.com/?p=20361Termina nesta quarta-feira (21), às 15h, o prazo para que empresas, associações e projetos que promovam a cultura do empreendedorismo solicitem patrocínio ao Sebrae. Para participar, é necessário que iniciativa seja realizada entre abril e dezembro deste ano e faça conexão entre os pequenos negócios e ações de sustentabilidade, inovação, inclusão e competitividade.

“O Sebrae lançou este edital para patrocinar e agregar a sua marca a projetos que envolvam os pequenos negócios. Estamos dando transparência ao processo de apoio a patrocínios e, ao mesmo tempo, permitindo ampliar eventos que disseminem conceitos voltados à inclusão, à sustentabilidade e à inovação por meio do empreendedorismo. Este é o nosso papel”, comenta o presidente do Sebrae, Décio Lima.

Feiras, exposições, mostra de produtos, congressos, conferências, fóruns, seminários, workshops e rodadas de negócios são alguns dos tipos de projetos que podem se inscrever. Os eventos podem ser em formato presencial, híbrido ou virtual e devem ter pelo menos mais um patrocínio. A divulgação das iniciativas selecionadas ocorrerá em 29 de março.

Na inscrição, os projetos devem apresentar proposta de contrapartidas que promovam visibilidade de marca e institucional para o Sebrae (exposição da marca do Sebrae nas redes sociais e site do projeto, oferta de estande, espaço para palestras etc.). Para avaliação, o Sebrae levará em conta o número de participantes, público, abrangência territorial, relevância institucional, aderência técnica, contrapartidas e avaliação anterior.

O edital e lista de documentos necessários para se inscrever estão disponíveis aqui. Finalizada a realização do evento será necessário apresentar uma prestação de contas, que será disponibilizada no Portal da Transparência do Sebrae.

]]>
pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/ultimos-dias-para-se-inscrever-no-premio-educador-transformador/Thu, 15 Feb 2024 14:24:17 +0000https://www.bkindex.com/?p=20321Termina na próxima segunda-feira (19) o prazo para as inscrições no Prêmio Educador Transformador. O concurso promovido pelo Sebrae, Bett Brasil e Instituto Significare está na segunda edição e tem o objetivo de identificar, valorizar e divulgar projetos educacionais inovadores e transformadores focados na educação empreendedora e implementados por professores de todo o Brasil.

Para participar é necessário que os projetos tenham sido realizados entre 2021 e 2023 e estejam vinculados a instituições de ensino. As ações podem ter ocorrido em diversos formatos (atividades, estudos, jogos, metodologias, cursos, tecnologias, desafios, apresentações, competições, serviços ou produtos). Os candidatos podem inscrever um ou mais projetos nas sete categorias do prêmio: Educação Infantil; Ensino Fundamental – Anos Iniciais (1º ao 5º ano); Ensino Fundamental – Anos Finais (6º ao 9º ano); Ensino Médio; Educação Profissional; Educação Superior; e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Inscreva-se:https://www.vinkopersic.com

Nesta edição, a competição inclui etapas estaduais, regionais e uma nacional. O anúncio dos vencedores na etapa final está previsto para o fim de abril, durante a Bett Brasil, em São Paulo (SP). O primeiro colocado em cada uma das sete categorias receberá troféu, pacote de participação em missão nacional para um evento de educação e um notebook.

Confira o cronograma previsto:

19/02/2024 – Encerramento das inscrições.
25/03/2024 – Divulgação dos vencedores estaduais.
05/04/2024 – Divulgação dos vencedores regionais.
25/04/2024 – Divulgação do ganhador, na Bett Brasil.

Educação empreendedora no Sebrae

Criado em 2013 pelo Sebrae, o Programa de Educação Empreendedora é conhecido atualmente como Programa Educação Que Transforma. A iniciativa já alcançou 97% dos municípios brasileiros, com 13,5 milhões de atendimentos a alunos e mais de 1 milhão de professores assistidos, com ações que oferecem formação e capacitação com ferramentas e metodologias pedagógicas específicas. Depois da aprovação da Nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a Educação Empreendedora ganhou força na educação formal brasileira, uma vez que o desenvolvimento de competências empreendedoras está alinhado às novas diretrizes da Educação no país, sendo conteúdo transversal no documento.

]]>
pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/empreendedores-das-rotas-gastronomicas-do-tocantins-apostam-em-vendas-de-pratos-tipicos-no-carnaval/Tue, 13 Feb 2024 12:00:55 +0000https://www.bkindex.com/?p=20315No Carnaval, uma das tradições mais deliciosas que se destacam entre os foliões não está apenas nas ruas repletas de cores e música, mas também na culinária, onde sabores e aromas se misturam à alegria da maior festa popular do país. Pensando nessa vertente, empreendedores das rotas gastronômicas do Tocantins se preparam para receber o público com comidas afetivas que retratam toda a regionalidade e ancestralidade do estado.

E com o propósito de fomentar e promover o turismo gastronômico também em datas estratégicas, o Sebrae lançou em 23 municípios as rotas gastronômicas. A iniciativa, que pretende movimentar os cinco dias de Carnaval, oferece opções com sabores autênticos das regiões, como o tradicional chambari, peixes, amor perfeito, caldos e outros pratos do estado.

Nádia Ruth Costa Cabral, 25 anos, proprietária de um dos estabelecimentos presentes na rota gastronômica no Bico do Papagaio, extremo norte do Tocantins, relata que o menu degustação de seu bistrô oferece desde entradas, pratos quentes, drinks e sobremesas. No entanto, segundo ela, o carro-chefe do estabelecimento é o chambari assado ao vinho tinto, um preparo de aproximadamente cinco horas ao forno e depois servido com purê de batatas. “Estamos com ótimas expectativas para agradar aos foliões neste Cearnaval e aumentar o movimento da casa. E esse prato, claro, é uma ótima pedida para os dias de folia, porque o chambari cura qualquer ressaca”, brinca a empreendedora.

Também otimista com o período, Vilma Martins Costa, 44 anos, dona de um restaurante em Natividade, sudeste do estado, explica que seu estabelecimento oferece opções para os turistas que aproveitam o feriado para visitar as Serras Gerais. “Aqui temos drinks, hamburgueres artesanais, pizzas, panelinhas e pratos mais refinados como angus ao molho de gorgonzola, que é uma ótima pedida para um jantar depois de um passeio nas cachoeiras”, sugere.

Walbênia Lemos, coordenadora estadual de Turismo e Serviços do Sebrae, comenta que os 257 estabelecimentos que fazem parte do circuito das rotas gastronômicas criam um diferencial competitivo que atraem os foliões e turistas de forma geral, além de incentivá-los a explorar a diversidade cultural e histórica local por meio da gastronomia. “No Carnaval, os empreendedores podem oferecer pacotes combinados, descontos especiais e eventos temáticos à época, agregando valor à experiência do visitante. Esse momento fortalece a comunidade empresarial, atrai os foliões e possibilita o compartilhamento de conhecimento e boas práticas do nosso povo. Além disso, oferecem uma plataforma para os chefs e empreendedores locais destacarem seus talentos e produtos, aumentando sua visibilidade e alcance entre os visitantes do Carnaval”, pontua.

O diretor-técnico do Sebrae, Rogério Ramos, destaca que do ponto de vista econômico, as rotas gastronômicas no Carnaval representam uma oportunidade significativa para os negócios locais, desde pequenos restaurantes familiares até vendedores de comida de rua. “A nossa gastronomia torna o Tocantins um lugar peculiar, que além das belezas naturais e diversificadas, também oferece pratos típicos que retratam a diversidade cultural de um povo. Então, essa iniciativa durante esses dias de folia emergiu como uma parte vital da celebração, oferecendo uma experiência culinária diversificada que complementa perfeitamente a festividade no Estado”, finaliza.

Para acessar todos os pratos da rota, basta clicar aqui.

Serviço:
pg-nmga do Tocantins – ASN/TO
Central de Relacionamento: 0800 570 0800
Whatsapp do Sebrae: (63) 9 9971-2198
Assessoria de Imprensa: (63) 9 9968-4366
www.to.bkindex.com
www.sebrae.com.br/tocantins
Facebook: @sebraetocantins
Instagram e Twitter: @sebraeto

]]>
pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/empreendedores-do-litoral-maranhense-buscam-otimizar-oportunidades-e-lucrar-mais-no-carnaval/Mon, 12 Feb 2024 17:00:12 +0000https://www.bkindex.com/?p=20311Com a chegada do Carnaval, os empreendedores têm apenas uma coisa em mente: aumentar o faturamento. Só em 2023, a festa do momo movimentou mais de R$ 172 milhões em todo o Maranhão, segundo o Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc). Essa é uma excelente oportunidade para pôr em prática conhecimentos de gestão financeira e planejamento estratégico para aproveitar ao máximo essa janela de quatro dias de intenso movimento.

No litoral maranhense, onde o Sebrae atende um total de 25 municípios, os empreendedores não perdem tempo: querem aproveitar ao máximo as oportunidades que o Carnaval traz para quem empreende.

Em Guimarães, cidade litorânea onde fica localizada a praia de Araoca, destino muito visitado pelos turistas, na estrada de acesso recém-inaugurada, os empreendedores já estão tirando do papel aquelas ideias para garantir mais lucratividade.

É o caso de Marlene Pessoa de Araújo e de Luís Alberto Afonso Paiva. Juntos, os dois gerenciam um negócio de sucesso na praia de Araoca. Há sete anos no mercado, com o Bar e Restaurante Nova Opção, eles oferecem bebidas e um cardápio variado, repleto de pratos típicos do litoral. Além disso, também possuem opções de estadia, com quartos e casas de aluguel nas proximidades da praia. A aposta para o Carnaval é fazer a diferença no atendimento.

O casal empreendedor Luís Alberto Afonso Paiva e Marlene Pessoa de Araújo.

Orientados pelo Sebrae, eles já vêm aperfeiçoando o atendimento a partir de conhecimentos adquiridos em cursos que ajudam a melhorar o relacionamento com os clientes. Os dois também apostam na oferta de experiências gastronômicas ao cliente, com base no curso em que aprenderam a trabalhar uma montagem de pratos mais atrativa e moderna, dispondo os ingredientes de forma que se mostrem harmônicos e apetitosos.

“Com o auxílio do Sebrae, iniciamos com a qualificação dos atendentes para receber bem, oferecer a melhor acolhida para o público. Também colocamos as cozinheiras para aprender a servir os pratos, para que sejam bonitos e apetitosos aos olhos dos nossos clientes. Essas coisas conquistam o cliente. Já compreendemos que esses investimentos são necessários para aprimorar o nosso empreendimento”, conta Marlene.

Para definir a melhor estratégia, o casal não dispensou uma análise do cenário e dos elementos que influenciarão o Carnaval de 2024. “Estamos preparados para o Carnaval, trabalhando em cima do estoque, para que não falte nada. Com a orientação adequada, conseguimos organizar tudo de forma antecipada para receber todos os foliões. Esperamos um grande movimento este ano. Que essa seja uma linda festa, para todos”, disse o senhor Luís.

Em Guimarães, a Prefeitura também tem contribuído nos preparativos para o Carnaval. Várias ações estão sendo empreendidas pelo prefeito Osvaldo Gomes, como o Programa Cidade Empreendedora, que traz para o município um conjunto amplo de soluções do Sebrae de apoio aos empreendedores e ao município.

“A Sala do Empreendedor é responsável pela articulação com os empreendedores que pretendem trabalhar no Carnaval. Estamos trabalhando várias ações para oferecer o melhor serviço e atendimento ao folião e aos visitantes. Graças às orientações do Sebrae, estamos bem preparados para este momento. Por esse motivo, essa parceria é tão importante. Esperamos uma grande festa e uma grande movimentação econômica no município”, destacou o prefeito Osvaldo.

]]>
pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/linguica-blumenau-e-a-mais-nova-indicacao-geografica-reconhecida-no-brasil/Thu, 08 Feb 2024 21:26:56 +0000https://www.bkindex.com/?p=20263O Instituto Nacional da Propriedade Industrial reconheceu, na terça-feira (6), a linguiça de carne suína pura e defumada de Blumenau como a mais nova Indicação Geográfica brasileira. Com esse reconhecimento, o país chega à marca de 121 IGs registradas, sendo 86 Indicações de Procedência e 35 Denominações de Origem. A produção da linguiça abrange 16 municípios catarinenses do Vale do Itajaí e do Alto Vale do Itajaí. Com esse último reconhecimento, Santa Catarina chega a 8 IGs concedidas pelo INPI.

De acordo com a documentação apresentada pelos produtores ao INPI, o nome geográfico Blumenau passou a identificar o produto cuja origem e características estavam diretamente relacionadas ao processo de colonização alemã na região, fruto da adaptação de um saber trazido pelos imigrantes, tornando-se autêntico, emblemático e típico da localidade. A linguiça Blumenau se junta a outras sete Indicações Geográficas já reconhecidas no estado, que contribuem para fortalecer os pequenos produtores. Além da última IG recém-divulgada, Santa Catarina já havia conquistado o reconhecimento para o Vale da Uva Goethe, a Banana de Corupá, o Queijo Artesanal Serrano de Campos de Cima da Serra, o Mel de Melato da Bracatinga do Planalto Sul Brasileiro, a Maçã Fuji da Região de São Joaquim, a Erva-mate do Planalto Norte Catarinense e os Vinhos de Altitude de Santa Catarina.

O presidente do Sebrae, Décio Lima, destaca a importância do reconhecimento do produto como a mais nova IG catarinense e reforça o papel dos pequenos produtores nessa cadeia produtiva que envolve outros municípios da região do Vale do Itajaí. “Como deputado federal, entrei com uma lei, naquela oportunidade, para destacar a qualidade extraordinária da cidade onde tive a honra de ser prefeito e que deu a Blumenau o título nacional de cidade da cerveja, pela sua origem cultural e pela Oktoberfest, que é um dos mais importantes eventos do país. Agora, neste momento, como presidente de Sebrae, fico honrado também em destacar a indicação geográfica para outro produto que faz uma grande diferença na gastronomia do Brasil, e eu diria até do mundo”, comenta. Décio Lima ressaltou a importância do trabalho desenvolvido pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial e parabenizou a população e os donos de pequenos negócios de Blumenau e cidades vizinhas que têm, agora, o privilégio de ter um artigo típico da região reconhecido e valorizado em âmbito nacional e internacional.

João Rodrigues de Sousa Júnior é presidente da Associação das Indústrias Produtoras de Linguiça Blumenau (ALBLU), que reúne nove produtores da região que, a partir de agora, já têm o direito de uso da Indicação Geográfica. Para João, a IG foi uma vitória de todos. “O objetivo principal da associação, quando formada, era justamente proteger a linguiça Blumenau que é feita com as partes nobres do porco. A conquista da IG mostra o quanto a união faz a força”, comemora.

Segundo ele, o Sebrae foi um dos parceiros estratégicos da ALBLU durante o processo de registro para a IG. “O Sebrae foi o pivô de tudo. A instituição plantou essa semente e ajudou, inclusive financeiramente”. Segundo João, muitos produtores fazem vendas somente dentro de Santa Catarina, mas tem aqueles que vendem para Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná. Agora, com a IG esse mercado tende a se expandir.

Fabricada com paleta, pernil e toucinho suínos, a Linguiça Blumenau passa pelo menos dois dias dentro de defumadores abastecidos com carvão e serragem, em um processo artesanal que é essencial para garantir as características únicas do produto. Atualmente, pouco mais de 20 pequenas e microempresas sediadas na região fabricam o embutido de forma artesanal, seguindo critérios de uma receita trazida no começo do século 20 por imigrantes instalados no que hoje é Pomerode. O município, divulgado como “o mais alemão do Brasil”, foi criado apenas em 1959, a partir de um desmembramento de Blumenau.

]]>
pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/a-arte-de-vestir-o-maracatu-rural-da-zona-da-mata-pernambucana/Thu, 08 Feb 2024 20:33:29 +0000https://www.bkindex.com/?p=20255Quem se encanta com o brilho e os movimentos dos caboclos de lança nas apresentações de Maracatu Rural não imagina o trabalho para que essa mágica, tão típica do Carnaval pernambucano, aconteça. É das mãos do artesão Pedro Alexandre de Lima que saem as golas usadas por muitos grupos de maracatu de cidades como Nazaré da Mata, Tracunhaém e Aliança, na Zona da Mata do estado. Um ofício que ele aprendeu em 1991, a partir de uma provocação. “Eu sempre brinquei maracatu, é algo que vem de família, mas não sabia produzir golas. Foi aí que um amigo me desafiou a fazer uma gola, eu aceitei e fiz, para o Maracatu Leãozinho de Aliança. A partir daí fui buscando aprender mais e mais, desenvolvi uma técnica exclusiva e hoje vivo disso”, conta o artesão.

O ateliê de Pedro Alexandre é na própria casa onde ele mora, em Nazaré da Mata. O espaço é movimentado o ano todo, não apenas no período momesco. Quando não está produzindo a principal peça da indumentária de uma das manifestações culturais mais ricas de Pernambuco para os grupos que se apresentam, o empreendedor está criando peças para turistas e pessoas interessadas em ter as golas como objeto de decoração. “Só neste Carnaval, eu estou trabalhando em média em três golas por dia, ao mesmo tempo, para os maracatus. A demanda começa a ficar maior logo depois do São João, no começo do segundo semestre. Nos outros meses, depois do Carnaval, eu vendo minhas peças para pessoas que encomendam e nas feiras de artesanato”, detalha.

As golas de Pedro já atravessaram o Atlântico, com peças compradas por turistas holandeses. Elas também podem ser vistas em países da América do Sul, como Argentina e Paraguai, além de vários estados do Brasil. Um passo importante dado pelo empreendedor foi a retirada da carteira do artesão, viabilizada por meio de uma parceria entre poder público e o Sebrae Pernambuco. Para o futuro, o artesão pensa em aperfeiçoar ainda mais o seu trabalho, criando peças personalizadas, mas sem perder a essência e a tradição do maracatu rural.

A minha expectativa é de que agora, com a carteira, eu consiga vender as minhas golas em espaços ainda maiores, como a Fenearte e outras feiras de grande porte no estado e, com isso, dar mais visibilidade ao meu trabalho. Confesso que eu era um pouco ignorante com relação a essa ideia de se formalizar, achava muito burocrático, mas percebi que é simples e eu, como empresário, só tenho a ganhar.

Pedro Alexandre de Lima, artesão.

]]>
pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/galo-da-madrugada-conta-com-adereco-feito-por-artesas-de-tacaratu-inspirado-na-etnia-pankararu/Wed, 07 Feb 2024 20:35:02 +0000https://www.bkindex.com/?p=20235O Galo da Madrugada, símbolo do maior e mais aguardado bloco de Carnaval do mundo, ganhará as ruas repleto de referências. Entre elas, uma homenagem aos povos originários: a escultura gigante terá seus pés coloridos pelas Varandas da Paz, peças feitas em fibra de tecido, com técnica de macramê inspirada nas tradições dos pankararus que habitam o distrito de Caraibeiras, na cidade sertaneja de Tacaratu. Elas ganharam vida pelas mãos das artesãs da Cooperativa dos Artesãos Têxteis de Tacaratu (Coopertêxtil), a partir de uma consultoria realizada pelo Sebrae/PE, que contou com a participação do artista plástico Leopoldo Nóbrega, responsável pela versão 2024 do Galo, batizado de Galo da Paz.

Tacaratu é conhecida como a Terra das Redes. Apesar da tradição, as varandas da paz surgem como um produto inovador, nunca visto na região. Essa inovação é fruto de uma das etapas da consultoria que envolveu uma imersão na aldeia indígena pankararu, para ter contato com os traços, cores e a simbologia cultural desse povo. O produto original foi criado para decorar a lateral de novas redes produzidas pela Coopertêxtil. Após receber o convite para assinar o Galo da Paz, Leopoldo Nóbrega idealizou, ao lado das artesãs, a criação da peça em tamanho cenográfico, com cerca de 4 metros, para representar as penas das patas do Galo da Madrugada.

Valorizar as Varandas da Paz no Galo da Madrugada faz parte de um projeto que eu iniciei, desde que assinei o primeiro Galo, de tornar esse símbolo um propulsor da visibilidade da produção local, valorizando grupos como o dessas artesãs de Caraibeiras e Tacaratu. Em breve, vamos fazer uma grife de produtos inovadores com essas mulheres.

Leopoldo Nóbrega, artista plástico.

No mesmo instante em que o Galo ocupar a Ponte Duarte Coelho e ganhar as ruas de Recife, a coleção Varandas da Paz – Galo da Madrugada 2024 estará disponível para a venda. A peça tem as cores dos anéis olímpicos, que representam a união dos cinco continentes. A Coopertêxtil produz e comercializa peças têxteis e tem como produto mais forte as redes. A criação das Varandas da Paz trouxe novas práticas de produção para as mulheres, que substituíram os nós pelo tear.

“O Sebrae apoia a Coopertêxtil há dois anos, na formalização e gestão. Agora, estamos apoiando a comercialização dos seus produtos no mercado, seja com a divulgação em feiras e outros eventos ou divulgando esses produtos. Por meio do Sebraetec, uma consultoria que é voltada para ajudar os pequenos negócios a inovar, investimos na criação das Varandas da Paz”, explica a gerente da Unidade Sebrae no Sertão Central, Moxotó, Pajeú e Itaparica, Rossana Webster. O projeto de criação da Varanda da Paz – Coleção Galo da Madrugada 2024 contou com orçamento de R$ 70 mil reais, disponibilizados por meio de acordo de parceria com a Prefeitura de Tacaratu.

]]>
pg-nmga - Cultura Empreendedora – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/afoxe-filhos-do-congo-cria-catalogo-de-moda-com-as-sobras-dos-tecidos-das-roupas-do-carnaval/Wed, 07 Feb 2024 17:38:07 +0000https://www.bkindex.com/?p=20226Para transformar os processos de produção das peças do Carnaval mais sustentáveis, o Afoxé Filhos do Congo apostou no uso dos resíduos têxteis – sobras dos tecidos oriundos da confecção das roupas do bloco de Carnaval – para criar um catálogo de moda, além da produção de roupas e acessórios colocados para comercialização.

Por isso, o aprimoramento das ações empreendedoras no Afoxé Filhos do Congo tem sido uma preocupação da presidente, Liu Silva. A partir da atuação como empresária, ela também levou sua experiência. “Sou a primeira presidente mulher do afoxé e trouxe um olhar administrativo na busca por melhorias. Sempre busquei capacitação para minha empresa no Sebrae, logo, não seria diferente com o Afoxé”, explica.

Afoxé Filhos do Congo e Moda Afro. Foto Darío G. Neto/ASN BA.

Inicialmente, a partir da consultoria em Turismo Criativo, do Sebrae, Liu recebeu orientações da analista técnica do Sebrae em Salvador Hirlene Pereira para a criação da rota de turismo Afro Congo, Bahia. A rota inicia com a visita à Pedra de Xangô, Patrimônio Cultural de Salvador. Em seguida, os visitantes são recebidos no Afoxé Filhos do Congo, pela rainha do Afoxé, com atividades como momento griô, roda de capoeira, vivência musical e percussiva, gastronomia e exposição do afroempreendedorismo. Como desdobramento da consultoria, também foi possível trabalhar a gestão do negócio.

“Dentro do trabalho de Turismo Criativo, nós orientamos também sobre a gestão do bloco. Trabalhamos desde o processo de precificação, organização e de como eles poderiam usar a própria roupa para desenvolver uma moda. Eles são um bloco de afoxé, que sai na avenida e precisa aumentar o número de associados. Isso passa por um processo de gestão”, explica Hirlene Pereira.

Segundo Liu, as roupas do afoxé são criadas com tecidos próprios, trabalhando a história-tema do desfile de carnaval no tecido. Agora, as sobras ganharam um novo destino sustentável.

“As nossas roupas – não chamamos fantasia, chamamos de roupa – são construídas com tecidos em cima do nosso tema do carnaval. Neste ano, nosso tema é Tereza de Benguela, então, o artista plástico cria a história no pano. Nós produzimos as roupas do Carnaval, depois, com as sobras, retalhos, rolos, construímos as peças, usando também tecidos dos carnavais dos anos anteriores”, conta. No espaço voltado para o afroempreendedorismo no afoxé, são comercializadas canetas, chaveiros, anéis, customização de roupas e bolsas.

Roupa da Afoxé Filhos do Congo e Moda Afro. Foto Darío G. Neto/ASN BA.

Segundo Liu, a ideia de produção das roupas do afoxé tem o interesse de que os foliões continuem a usá-las. A partir disso, surgiu a ideia da criação do catálogo de moda. “Não fazemos abadá com camisa e short, que é mais fácil. A gente vai à costureira, ao cortador para construir as peças que podem ser usadas não só no carnaval, mas no dia a dia. Temos esta preocupação e, através desta preocupação, nós construímos nossa grife”.

“Pegamos o nosso tecido, com apoio voluntário da nossa estilista, Alice Pinto, que criou as peças para o catálogo, que também foi feito por um voluntário e saiu maravilhoso. Lançamos a grife no Carnaval passado e o catálogo na Vale do Dendê”, relembra.

Segundo Hirlene, a ideia da criação do catálogo surge da necessidade de pensar também na sustentabilidade associada ao desenvolvimento do negócio. “O que nós trabalhamos com o afoxé era como dar uma destinação bacana às roupas que foram utilizadas em edições anteriores, para construir uma moda criativa. Nós orientamos o afoxé nesse processo, com informações sobre marketing, que resulta na ação deles de promoção a valorização das culturas negras. É importante que estejam organizados e disponíveis durante o carnaval.

Bloco

Há 45 anos, o Afoxé Filhos Congo, um dos mais antigos da Bahia, desfila no Carnaval de Salvador homenageando personalidades da história da população negra. Neste ano, “Tereza de Benguela: A grande líder do quilombo do piolho” será o tema do bloco. Além das atividades realizadas no período do Carnaval, durante o ano, o afoxé desenvolve atividades culturais, educativas, sociais e capacitação em diversas áreas, além de ministrar debates, seminários, conversas, entre outros. A atuação com empreendedorismo tem sido uma das formas de aumentar a renda com a valorização e o fortalecimento do afoxé.

]]>
pg-nmga Mapa do site