pg-nmga - competitividade – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasWed, 31 Jan 2024 00:05:26 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.4.3pg-nmga - competitividade – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/economia-e-politica/neoindustrializacao-inscricoes-para-200-mil-vagas-comecam-nesta-quarta-feira-31/Tue, 30 Jan 2024 13:04:31 +0000https://www.bkindex.com/?p=19998Será apresentada nesta quarta-feira (31) a Plataforma da Produtividade, ferramenta de acesso ao novo Brasil Mais Produtivo, programa voltado ao aumento de produtividade e de competitividade de micro, pequenas e médias empresas e que faz parte do projeto de neoindustrialização do governo federal: o Nova Indústria Brasil. O lançamento marca a abertura das inscrições e o início de nova fase do B+P, que, a partir deste ano, terá foco na transformação tecnológica das empresas.

A jornada de atendimento às empresas terá execução do Sebrae e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) voltada à melhoria de gestão, inovação, mercado, manufatura enxuta, eficiência energética e transformação digital. A meta é atender 200 mil empresas ao longo dos próximos quatro anos. Apenas nesse programa, estão sendo investidos R$ 2 bilhões dos R$ 300 bilhões previstos para o Nova Indústria Brasil, divulgada pelo governo federal e com a coordenação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC).

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) se somam ao programa.

Agenda:
Brasil Mais Produtivo – nova plataforma, abertura de inscrições, atendimento
Data: 31 de janeiro, quarta-feira
Horário: 10h
Local: Sede do Sebrae Nacional, na 515 Norte, em Brasília.

]]>
pg-nmga - competitividade – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/conexoes-corporativas-sebrae-e-fundacao-bunge-promovem-desenvolvimento-de-80-pequenas-empresas/Thu, 31 Aug 2023 15:48:02 +0000https://www.bkindex.com/?p=16373A Tornearia Rondonópolis, uma microempresa localizada no município com o mesmo nome no Mato Grosso, está realizando o sonho de milhares de empresários: ter uma multinacional como cliente, fornecer seus serviços com qualidade e ainda ser capacitado para se adequar à necessidade da empresa. O pequeno negócio está na lista das cerca de 80 micro e pequenas selecionadas peloSebrae e pela Fundação Bunge para serem orientadas e inseridas competitivamente na cadeia produtiva da empresa líder mundial no processamento de sementes oleaginosas e na produção e fornecimento de óleos e gorduras vegetais especiais.

“Para nós, é uma enorme oportunidade poder fazer parte desta ação. Nos dá determinação para crescermos juntos e contribuir com o desenvolvimento da empresa”, comenta Luahn Ricardo de Oliveira, da Tornearia Rondonópolis. “Em relação à capacitação, é algo que imaginamos que deverá abrir várias portas, assim como melhorar nossa relação com a Bunge. A ação vai nos ajudar a compreender a necessidade e colaborar com a melhoria de empresas do mesmo segmento”, completou o torneiro mecânico.

As empresas escolhidas já passaram por uma rodada de negócios com a Bunge. Foram beneficiados negócios de oito cidades onde há filiais da multinacional: Rio Grande (RS), Luís Eduardo Magalhães (BA), Rondonópolis (MT), Nova Mutum (MT), Ponta Grossa (PR), Duque de Caxias (RJ), Ipojuca (PE) e Uruçuí (PI). No total, mais de 440 pequenos empresários participaram das rodadas de negócios. Entre os serviços prospectados estavam os de manutenção (civil, hidráulica, ar-condicionado e elétrica), limpeza, automação, além de gráficas, papelarias. O objetivo da iniciativa é promover a inserção competitiva e a melhoria do desempenho dos pequenos negócios de forma sustentável.

“Além de beneficiar os pequenos negócios, as grandes empresas, quando participam de ações como essa otimizam seus produtos e serviços, reduzem custos e aumentam a flexibilidade e agilidade da sua cadeia produtiva. Esses são fatores essenciais para se diferenciar em um mercado cada vez mais competitivo”, defende o analista de competitividade do Sebrae William Almeida.

“Por meio da capacitação, os empreendedores vão desenvolver competências nas quais ainda são deficientes. Para isso, terão um plano de ação desenhado para cada empresa”, explica.

“Nosso objetivo é que as pessoas sejam cada vez mais inseridas nas oportunidades para que possam fazer uma produção realmente inclusiva e sustentável. A opção por um fornecedor próximo reduz a pegada de carbono com menor logística de transporte e movimenta a economia local”, aponta Claudia Buzzette Calais, diretora-executiva da Fundação Bunge.

O trabalho em conjunto é fruto de uma parceria assinada com a Fundação Bunge em agosto do ano passado, no contexto do projeto Economia da Gente – projeto desenvolvido em parceria com a área de Suprimentos da Bunge para o desenvolvimento socioeconômico das regiões onde a empresa possui operações por meio de ações de inteligência e aproximação comercial. O coordenador de projetos da Fundação Bunge, Jorge Alberto Fernandes, aponta os benefícios da iniciativa.

É uma ação que pode trazer crescimento para as empresas da região e, consequentemente, gerar riqueza e renda para os pequenos negócios. Todos ganharão com a ampliação das cadeias de fornecimento no território.

Após as rodadas de negócios e a seleção das empresas, a próxima etapa será de modelagem. Nela, o Sebrae aplicará um diagnóstico nas empresas que participarão do desenvolvimento e, junto com os consultores, serão realizadas ações para aplicá-las nos negócios para que possam aprimorar seus serviços e produtos.

Sobre o Sebrae

Ao fomentar o empreendedorismo e apoiar o crescimento das micro e pequenas empresas, que são as grandes geradoras de emprego e renda do país, o Sebrae proporciona a inclusão econômica e social de milhões de brasileiros. A instituição investe em ações e programas de apoio aos pequenos negócios, incluindo os microempreendedores, com foco na formalização, educação empreendedora, inovação, crédito e sustentabilidade. Por meio de informações relevantes sobre mercado, tendências e regulamentações, auxilia a tomada de decisão de empreendedores de diversos segmentos. A partir de cursos, consultorias e capacitações, promove a competitividade, estimula a digitalização e a inovação nos pequenos negócios. O Sebrae também atua de forma articulada junto ao Congresso Nacional e aos demais poderes para viabilizar a melhoria do ambiente legal e de negócios, entre outras parcerias de impacto com instituições públicas e privadas.

A Fundação Bunge

A Fundação Bunge, entidade social da Bunge no Brasil, há mais de 60 anos atua para gerar impactos positivos na sociedade em territórios e setores estratégicos para a Bunge, fomentando a diversidade com promoção dos direitos humanos por meio da inclusão produtiva e do estímulo à economia de baixo carbono, estimulando a ciência e a preservação da memória. A Fundação é o pilar social da Bunge, líder mundial no processamento de sementes oleaginosas e na produção e fornecimento de óleos e gorduras vegetais especiais, que tem como propósito conectar agricultores a consumidores para fornecer alimentos, nutrição animal e combustíveis essenciais para o mundo. Valorizamos nossas parcerias com os agricultores para melhorar a produtividade e a eficiência ambiental da agricultura em nossas cadeias de valor e para levar produtos de qualidade de onde eles crescem para onde são consumidos. Ao mesmo tempo, colaboramos com nossos clientes para pensar e criar o futuro dos alimentos, desenvolvendo soluções personalizadas e inovadoras para atender às necessidades e tendências alimentares em evolução em todas as partes do mundo.

]]>
pg-nmga - competitividade – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/cultura-empreendedora/evento-de-internacionalizacao-do-sebrae-rio-abre-portas-para-os-pequenos-negocios/Wed, 02 Aug 2023 13:35:53 +0000https://www.bkindex.com/?p=15530Para consolidar e fomentar a inserção das micro e pequenas empresas no mercado internacional, o Sebrae Rio promove o Global Experience nos dias 8 e 9 de agosto. A instituição realizará sessões de negócios, palestras e orientações de mercado. O evento será totalmente gratuito e on-line. Os interessados podem fazer a inscrição pelo link: https://www.vinkopersic.com.

“Uma pesquisa recente indica que 2% dos clientes dos pequenos negócios estão no exterior e 8% em outros estados. Esse estudo revela um dado interessante. O Rio de Janeiro ficou acima da média nacional em relação ao atendimento aos clientes no exterior. Existe uma grande oportunidade de conquista de novos mercados pelos produtos e serviços brasileiros. É preciso avaliar quais são as oportunidades para sua empresa crescer, melhorar sua competitividade, qualidade, aumentar o lucro, diminuir riscos e, assim, alcançar novos clientes nos mercados doméstico e internacional”, diz Miriam Ferraz, coordenadora de Negócios Internacionais do Sebrae Rio.

No Sebrae Global Experience, o empreendedor terá acesso a painéis sobre oportunidade para produtos brasileiros, tendências de consumo, inteligência artificial, marketplace, bioeconomia, ESG, cases de jornadas de internacionalização e indicação dos requisitos de compra nos mais diferentes países.

Atualmente, 41,1% dos exportadores nacionais são micro e pequenas empresas. No total, são mais de 11,4 mil micro e pequenas empresas que comercializam para o mercado internacional. Os dados são de um levantamento realizado pelo Sebrae e pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) no início deste ano. Juntas, essas empresas conseguiram faturar R$ 3,2 bilhões.

“A internacionalização é uma oportunidade para os pequenos negócios estarem inseridos em um ambiente de negócios competitivo que, consequentemente, contribui para melhorar seus produtos, processos e serviços e conquistar uma maior fatia de mercado, tanto nacional quanto internacional. Hoje, vemos um crescimento de empresas dos setores de moda, alimentos e bebidas, acessórios, cosméticos, tecnologia (games, aplicativos, saúde) sendo inseridas no mercado externo”, conclui Miriam.

]]>
pg-nmga Mapa do site

1234