pg-nmga - Congresso Internacional de Inovação – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasWed, 27 Sep 2023 19:32:35 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.4.3pg-nmga - Congresso Internacional de Inovação – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/economia-em-ascensao-favorece-inovacao-sustentabilidade-e-inclusao-diz-presidente-do-sebrae/Wed, 27 Sep 2023 19:29:50 +0000https://www.bkindex.com/?p=17138
Presidente do Sebrae, Décio Lima, na abertura do evento. Crédito: Murilo Moser | Sebrae.

Durante a abertura da 10ª edição do Congresso Internacional de Inovação da Indústria, na manhã de hoje (27), o presidente do Sebrae Nacional, Décio Lima, destacou que o Brasil tem um enorme potencial inovativo a ser explorado, agora impulsionado pelo cenário de retomada econômica. “Neste momento, o nosso país assinala pontos extraordinariamente positivos, como o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), o maior superavit da balança comercial, e um 1,2 milhão empregos formais”, explicou.

A inovação vem para, cada vez mais, aumentar de forma impulsiva a criatividade humana a fim de construirmos um mundo melhor pra todos.Décio Lima, presidente do Sebrae.

Além da inovação na indústria, também ressaltou que sustentabilidade e a inclusão são essenciais para o crescimento do país. “Não podemos continuar agredindo o planeta, nem podemos imaginar um mundo onde mais de 750 milhões de pessoas acordaram hoje de manhã, sem saber se terão um prato de comida”, refletiu. Décio Lima realçou ainda que o Sebrae auxilia e impulsiona os pequenos negócios a irem ao encontro da inovação, ao preparar o ambiente e atuar na capacitação dos empreendedores, contribuir com o surgimento de empresas de base inovadora e possibilitar que a inovação chegue ao maior número possível de micro e pequenas empresas de setores tradicionais.

A 10ª edição do Congresso Internacional de Inovação da Indústria é realizada pelo Sebrae e pela Confederação Nacional da Indústria hoje e amanhã. Trata-se do maior evento de inovação da América Latina e reúne especialistas, empresários, representantes do governo e da Academia. Pela primeira vez, o evento ganhou projeção global com palestrantes internacionais. Nesta edição, os temas discutidos têm como eixo central a ecoinovação como motor da transformação mundial.

Robson Braga, presidente da CNI. Crédito: Murilo Moser | Sebrae.

Para o presidente da CNI, Robson Braga, o Brasil tem condições de liderar temas como a transição energética, por meio de parcerias entre governo e setor privado, além de planejamento de longo prazo.

Indispensáveis para a descarbonização, as energias limpas e o uso sustentável dos recursos naturais poderão acelerar a adaptação da indústria e das demais atividades econômicas aos novos padrões comerciais e às metas de redução das emissões de gases de efeito estufa. Também ajudarão a afastar ameaças protecionistas e a pavimentar novos caminhos para o desenvolvimento industrial.
Robson Braga, presidente da CNI.

Momento favorável no Brasil

Em mensagem enviada aos participantes por vídeo, o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, defendeu a inovação sustentável para induzir a retomada da indústria e o papel do Sebrae para acelerar mudanças na economia. “Inovar, incluir e descarbonizar: esses são os pilares que inspiram a neoindustrialização brasileira”, enfatizou.

Luciana Santos, ministra de Ciência, Tecnologia e Inovação, também participou da abertura do Congresso. Crédito: Murilo Moser | Sebrae.

A Ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, também ressaltou o momento positivo vivido pelo Brasil e as ações do governo, dando ênfase às questões climáticas. “A agenda do clima é transversal, urgente e uma prioridade do governo. Nós temos o compromisso de prover a melhor ciência disponível para subsidiar a política climática”, revelou a Ministra.

Programação

Além dos painéis, que terão a participação de 22 palestrantes internacionais e 42 brasileiros, o Congresso vai contar com uma ampla área onde serão expostas tecnologias e inovações das empresas patrocinadoras do evento. O congresso acontece até amanhã (28 de setembro) na São Paulo Expo, em São Paulo (SP). Confira aqui tudo que ainda acontecer.

]]>
pg-nmga - Congresso Internacional de Inovação – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/startup-que-produz-argamassa-sustentavel-buscara-clientes-internacionais-em-congresso-de-inovacao/Wed, 27 Sep 2023 14:03:44 +0000https://www.bkindex.com/?p=17111Trazer mais sustentabilidade para a construção civil. Esse é o negócio da Mazodan Laboratório e Produtos Científicos, de Macapá (AP), que utiliza sedimentos do rio Amazonas e rejeitos de mineração na composição de argamassa. A iniciativa não causa assoreamento nem a degradação ambiental. A empresa participa do Programa Inova Amazônia, do Sebrae, e que vai estar no Congresso Internacional de Inovação da Indústria, em São Paulo, a partir desta quarta-feira (27). Neste ano, o evento será sobre inovação sustentável.

O sócio da Mazodan, Michael Carvalho, ressalta que os produtos ajudam a resolver o problema de destinação dos rejeitos da mineração, abrindo uma nova cadeia produtiva dentro da construção com materiais que até então não tinham uso. “Defendemos o uso dos minerais dos rios através de um modelo Manejo Sustentável, onde o próprio ribeirinho, indígena, quilombola, ou outras pessoas em estado de vulnerabilidade, podem coletar esse material num modelo extrativista”, explica. “Temos um povo que protege esse bioma e, se dermos condição a eles, com certeza, a natureza estará protegida”, completa.

Sobre a participação no estande do Sebrae no Congresso de Internacional de Inovação da Indústria, Michael ressalta que o evento será uma vitrine para mostrar o potencial da Amazônia. “Com a nossa startup, mostraremos como estamos unindo desenvolvimento social, criação de riqueza e distribuição de renda. São matérias-primas locais que podem se transformar em produtos de alta qualidade em um mercado pouco discutido”, disse Michael.

Dois produtos já foram desenvolvidos pela Mazodan: uma argamassa colante (três quilos capazes de substituir 60 quilos de argamassa convencional) e a massa texturizada de parede que une diversos modelos de aplicação e acabamento (produzida totalmente com rejeitos minerais e sedimentos do Rio Amazonas e que está sendo preparada para o mercado internacional). O empresário ressalta que por ser umastartup de laboratório e inovação a produção ainda é em pequena escala, mas que pretende investir no projeto. “Acredito que agora é só uma questão de tempo”, planeja.

Parceria com o Sebrae

A Mazodan é uma das empresas que participam do Programa Inova Amazônia do Sebrae, uma estratégia focada em fomentar, apoiar e desenvolver pequenos negócios, startups, empreendimentos e ideias inovadoras alinhadas à bioeconomia, que tenham como premissa a atuação direta ou indireta para preservação ou uso sustentável dos recursos da biodiversidade do bioma. No total, já foram investido R$ 23 milhões em ações de aceleração, bolsas, eventos, Sebraetec e missões internacionais (Alemanha e Portugal).

Há 15 anos, Michael tem relação com o Sebrae. Tudo começou quando era cabeleireiro e abriu o primeiro negócio. “Busquei o Sebrae para ter treinamento e entender como tocar um empreendimento”, lembra. “Participei do Projeto Beleza Empreendedora, que qualificava profissionais da estética para administrar seus negócios, fiz o Empretec e outros cursos na área”, completa.

Michael Carvalho agora é engenheiro de produção e comemora o retorno ao Sebrae, dessa vez com a Mazodan.

Eram mais de 400 projetos inscritos e ficamos entre os 30 selecionados. A startup passou pelas capacitações, mentorias e aceleração. Com a bolsa que o Sebrae disponibilizou, investimos no prédio onde é a sede da empresa. Hoje temos nosso espaço próprio e com liberdade de fazer todo desenvolvimento do nosso projeto”, destaca. “Se não fosse o Sebrae acredito que esse sonho continuaria sendo apenas um sonho. O Sebrae é um instrumento usado para transformar a vida das pessoas.
Michael Carvalho, sócio da Mazodan.

A analista de Inovação do Sebrae Adriana Dantas aponta que as empresas escolhidas para participar do Congresso Internacional de Inovação Industrial são exemplos de empreendedorismo ecoinovador com competitividade e sustentabilidade. “A importância dessas empresas no estande Sebrae é mostrar, na prática, um novo olhar de inovação e sustentabilidade para as indústrias. Trazendo mais democratização, diversidade e inclusão para o ESG com programas inovadores disruptivos tanto geográfica quanto tecnologicamente”, comenta.

Quer participar do Inova Amazônia?

As inscrições para o edital que vai selecionar projetos de inovação para o novo ciclo do programa Inova Amazônia – Módulo Tração estão abertas. Podem participar propostas com potencial de inovação que incorporem novas tecnologias aos setores relacionados à bioeconomia nos nove estados da Amazônia Legal: Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Os interessados terão até o dia 7 de novembro para submeter suas propostas inovadoras.

Serviço

A 10ª edição do Congresso Internacional de Inovação da Indústria, o mais importante evento do setor na América Latina, acontece nesta quarta (27) e quinta-feira (28), no São Paulo Expo, em São Paulo. O evento é promovido pelo Sebrae e pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e é idealizado pela Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI). A participação poderá ser presencial ou virtual.

]]>
pg-nmga - Congresso Internacional de Inovação – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/sustentabilidade-na-moda-startup-inova-na-producao-de-tecidos-a-partir-de-algas/Thu, 21 Sep 2023 12:30:05 +0000https://www.bkindex.com/?p=16861Com o objetivo de trazer mais sustentabilidade para o setor da moda, a startup Phycolabs está empenhada na produção de uma fibra têxtil a partir de algas. A sustentabilidade nesta iniciativa se dá porque, diferentes de componentes sintéticos, como poliéster e nylon, as algas possuem características ecológicas – já que são biodegradáveis – e estão disponíveis na costa brasileira. O tecido será apresentado aos participantes do Congresso Internacional de Inovação da Indústria, em São Paulo, no fim de setembro, que vai tratar sobre a ecoinovação.

De acordo com a fundadora da empresa, Thamires Pontes, que é mestre em Têxtil e Moda, a fibra desenvolvida à base de algas permite a combinação com outros produtos, como algodão, linho, rayon e cânhamo. O tipo de alga pesquisada (Rhodophyta) é fartamente encontrado no Nordeste brasileiro e o desenvolvimento do produto aponta para bons resultados em relação à resistência e tingimento.

Thamires defende o debate sobre a sustentabilidade pelas indústrias. “É muito importante entender o impacto ambiental dos produtos e como as escolhas dos consumidores podem impulsionar a inovação sustentável. Com a ecoinovação podemos reestruturar processos de produção, criar cadeias de suprimentos sustentáveis, melhorar a eficiência energética, promover a reciclagem e reutilização, entre outras práticas”, comenta.

Atualmente, o produto está na fase de finalização do protótipo. “Enfrentamos alguns desafios tecnológicos de escala, mas estamos muito ansiosos para nos inserir no mercado”, explica Thamires. “Temos o compromisso de aliar tecnologia, inovação, respeito ao meio ambiente ao seu próximo look”, completa a empresária. A tecnologia desenvolvida pela startup obteve reconhecimento internacional, na Suécia, em função do potencial de impactar o mercado da moda e da indústria têxtil.

Catalisa ICT

A Phycolabs passou pela jornada Catalisa ICT do Sebrae – iniciativa que promove a aproximação entre a Academia e o mercado por meio de capacitação em gestão, mentorias, fomento a projetos e acesso ao universo empresarial para os pesquisadores. Desde 2021, o Sebrae já investiu R$ 35 milhões em bolsas, auxílios, eventos, P&DI na Embrapii e internacionalização. Com isso, já apoiou mais de 3 mil pesquisadores brasileiros e trouxe para o mercado 170 empresas de alta tecnologia.

“De lá para cá muitas portas foram abertas tanto no quesito de conhecimento intelectual, networking e de oportunidades. Foi lá que tivemos nossa primeira noção de empreendedorismo e que fundamos a Phycolabs. o Sebrae nos ofereceu capacitações que ajudaram a adquirir competências necessárias para administrar nosso negócio”, contou Thamires Pontes.

O gerente de Inovação do Sebrae Nacional, Paulo Renato, lembra que o Catalisa ICT é apenas um dos vários programas da instituição voltados à difusão e ao desenvolvimento da inovação no universo das micro e pequenas empresas.

O Sebrae atua em várias frentes, desde o incremento ao surgimento de novas startups no país, até a inserção das tecnologias inovadoras em setores tradicionais, onde a inovação não é uma prática comum.
Paulo Renato, gerente de Inovação do Sebrae Nacional.

Durante o Congresso de Inovação da Indústria, o público presente no evento terá a oportunidade de conhecer seis dessas empresas apoiadas pelo Sebrae e que estão ajudando a transformar a realidade em diferentes setores da economia.

Congresso de Inovação

O Congresso Internacional de Inovação da Indústria é o mais importante evento do setor na América Latina. O encontro será realizado nos dias 27 e 28 de setembro, no São Paulo Expo, em São Paulo. O evento é promovido pelo Sebrae e pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e é idealizado pela Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI).

Saiba mais aqui.

]]>
pg-nmga - Congresso Internacional de Inovação – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/confira-as-principais-atracoes-do-congresso-internacional-de-inovacao-da-industria/Mon, 11 Sep 2023 18:12:53 +0000https://www.bkindex.com/?p=16541OCongresso Internacional de Inovação da Indústria terá números recordes nesta 10ª edição, marcada para os próximos dias 27 e 28, no São Paulo Expo, na capital paulista. Além dos painéis, que terão a participação de 22 palestrantes internacionais e 42 brasileiros, haverá uma ampla área onde serão expostas tecnologias e inovações das empresas patrocinadoras do evento. Também haverá estandes dos organizadores do Congresso, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e dos correalizadores, SESI,SENAIeIEL. A participação é gratuita. Faça aqui suainscrição.

Com o tema ecoinovação, o Congresso está com uma programação que inclui nomes internacionais de peso, CEOs de muitas das principais indústrias brasileiras e multinacionais, além de representantes do governo. Entre os nomes de destaque estão a italiana Mariana Mazzucato, especialista em financiamento para inovação e professora de economia da Universidade de Sussex, na Inglaterra, além de autora de importantes livros sobre indústria e inovação.

Também confirmou presença a cofundadora do Biomimicry Institute, Janine Benyus, que falará sobre a jornada da ecoinovação nas empresas. Daniel Moczydlower, CEO da Embraer X (que criou o projeto eVTOL, conhecido como carro voador), falará sobre políticas públicas de ecoinovação. Lideranças de grandes indústrias, como André Clark, da Siemens Energy, e Bernardo Gradin, da Granbio, participarão também de paineis do Congresso.

A diretora de Inovação da CNI, Gianna Sagazio, destaca que o Congresso é uma oportunidade para empresários, representantes de governos e academia debaterem um tema essencial para o Brasil. “O maior evento de inovação da América Latina reúne especialistas de todo o mundo para discutirem um tema que impulsiona os países para o desenvolvimento e o crescimento. E, com o tema ecoinovação, queremos mostrar também a importância da inovação aliada à agenda de sustentabilidade, um assunto urgente. O Brasil tem condições de abrir muitas oportunidades em ecoinovação com energias renováveis, tais como o hidrogênio verde, e a descarbonização da economia”, diz Gianna Sagazio.

O Sebrae, que também organiza o evento, levará ao Congresso soluções desenvolvidas por startups e empresas de base tecnológica para setores como construção civil, saúde, indústria têxtil, transporte de carga e passageiros e agricultura. Dessa forma, o espaço do Sebrae demonstrará o protagonismo transformador dos pequenos negócios para a economia verde e oferecerá um ambiente de atração de novas parcerias e investimentos.

Entre as empresas presentes estarão a Quantis, que desenvolveu uma bioimpressora 3D para tecidos humanos, e a Phycolabs, responsável pela criação de uma fibra têxtil a partir de algas marinhas, ambas de São Paulo. Pela região Norte, estarão a Mazodan, do Amapá, para demonstrar um tipo de argamassa sustentável, e a Aeroriver, do Amazonas, com o protótipo de um barco voador, constituído para flutuar acima dos rios da região Amazônica. São pequenos negócios de base tecnológica que passaram por programas do Sebrae, como o Inova Amazônia, voltado à bioeconomia; e o Catalisa ICT, que promove a aproximação entre a pesquisa científica e o mercado.

“Inovação aliada à sustentabilidade é fundamental para a sobrevivência de empresas que enfrentarão um mercado cada vez mais competitivo e de uma sociedade atenta ao impacto dos negócios. Este Congresso é uma grande oportunidade para que as empresas se inspirem, ganhem conhecimento, troquem experiências”, ressalta o diretor-técnico do Sebrae, Bruno Quick.

Índice Global de Inovação

Uma novidade desta edição do evento será o lançamento mundial do Índice Global de Inovação (IGI). Haverá um debate sobre os desafios para o Brasil e para a ecoinovação. A CNI é parceira de divulgação do IGI – ranking anualmente publicado pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI – WIPO, na sigla em inglês), em parceria com o Instituto Portulans. No ano passado, o Brasil ficou no 54º lugar entre 132 países avaliados.

Patrocinadores vão levar cases inovadores 

Os patrocinadores do evento vão levar uma série de cases de sucesso de inovação. A Embraer, por exemplo, vai levar um simulador de voo que estará disponível para os participantes do evento sentirem a emoção de pilotar uma aeronave. A General Motors (GM) apresentará um carro elétrico e a Enel terá em seu estande um equipamento que desenvolveu para o carregamento de veículos elétricos.

Finep

AFinanciadora de Estudos e Projetos (Finep) terá um ambiente sensorial voltado para apresentação de projetos que a entidade financia, principalmente por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) – principal fonte de financiamento a CT&I do país.

Embrapii

AEmpresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), por sua vez, vai apresentar projetos relacionados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. O ODS 9 (Indústria, inovação e infraestrutura) é o que mais se destaca, com presença em 32,6% das iniciativas apoiadas. Algumas dessas iniciativas vão estar no espaço da Embrapii, com o detalhamento do case. Em 10 anos, a empresa já apoiou mais de 2 mil projetos, que receberam R$ 3,17 bilhões em investimento. São mais de 1,4 mil empresas apoiadas por uma rede de 96 Unidades Embrapii espalhadas por todo o país, com 10,3 mil pesquisadores.

Natura

ANatura vai expor duas demonstrações de tecnologias inovadoras e sustentáveis por meio das marcas UNA, marca de maquiagem que há mais de 10 anos traz tecnologia e ativos de tratamento para o portfólio, e Ekos, uma rede sustentável de economia de floresta em pé, que prioriza a conservação do meio ambiente e o apoio às populações locais, desenvolvendo produtos a partir da maior sociobiodiversidade do planeta.

Festo

AFesto, empresa de tecnologia de automação, vai apresentar dois projetos biônicos no Congresso de Inovação. Um deles é o AirJelly, objeto voador com atuador peristáltico. Com oito tentáculos adaptativos, os movimentos do AirJelly chegam muito perto do modelo biológico e pesa apenas 1,3 kg. Outro projeto da Festo que estará presente no Congresso será o eMotionButterflies, objetos voadores ultraleves que se comportam coordenada e coletivamente.

BASF

ABASF, empresa fabricante de aditivos para plásticos, vai apresentar em estande no Congresso a tecnologia trinamiX, capaz de identificar com precisão a composição de plásticos em diversos materiais. Por meio de um dispositivo portátil que combina análise de dados com um aplicativo móvel, a tecnologia facilita a triagem de materiais e ajuda a promover uma reciclagem mais efetiva.

ABDI

No estande da ABDI, serão apresentados os principais projetos da Agência, como o Agro 4.0, BIM Brasil, Jornada Digital e o recém-lançado MetaIndústria. Também estará presente no Congresso o Data, robô de estimação independente e interativo da Agência.

Suzano

ASuzano, empresa de papel e celulose, vai disponibilizar os copos que serão utilizados no evento. Eles são feitos a partir de matéria-prima de fonte renovável e 100% produzida no Brasil, e unem inteligência sustentável com tecnologia.

Rockwell

O estande da Rockwell Automation terá um QR Code para os participantes do Congresso acessarem um teste rápido para descobrirem sua posição total na jornada de sustentabilidade e o que é preciso ser feito para atingir os objetivos de sustentabilidade. A Klabin, produtora e exportadora de papéis para embalagens, vai expor mobiliário sustentável no evento. Os móveis são feitos de papelão ondulado, a partir de matéria-prima de fontes renováveis.

Presença dos correalizadores do evento

SENAI 

O Brasil é uma potência ambiental e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) apresentará, no estande do Congresso, os resultados das Missões Industriais em quatro temas estratégicos – transição energética, economia circular, bioeconomia e transformação digital – em parceria com as empresas Eletrobrás, CTG Brasil, Grupo Petrópolis e Suzano.

Por meio das Missões Industriais, uma das categorias da Plataforma Inovação para a Indústria, o SENAI conecta diferentes organizações para desenvolver projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) com impacto significativo na sociedade. No espaço, o SENAI também vai apresentar diferenciais em produtividade e digitalização.

SESI – Educação 

Na área de educação, o Serviço Social da Indústria (SESI) vai apresentar dois produtos desenvolvidos por estudantes nas competições de Robótica. O primeiro deles é a Termolar Adventure, da equipe Red Rabbit, do SESI de Americana (SP), que criou uma mochila refrigerada e personalizada que ajuda crianças e adultos com doenças tratadas com medicamentos termolábeis, ou seja, que devem ser mantidos em temperatura de 2° a 8°C. A mochila é uma solução para quem não tem energia elétrica em casa ou que sofre de instabilidade com a rede.

A outra solução é o Cinnawap, desenvolvido pelos estudantes da Titans, do SESI Planalto, em Goiânia (GO). O Cinnawap é uma substância líquida encapsulada que adiciona cheiro de canela aos condutores e espanta as aves que danificam condutores e fios elétricos, uma alternativa sustentável para as empresas de energia.

O SESI também vai mostrar que a rede de ensino tem vagas gratuitas para trabalhadores da indústria que não concluíram o ensino fundamental ou médio, por meio da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Um exemplo é a parceria com a Natura, que está possibilitando a 3 mil consultoras retomarem os estudos.

SESI – Saúde 

O SESI vai apresentar na área de Saúde e Segurança na Indústria ferramentas para promoção da saúde do trabalhador por meio da gestão baseada em dados, impactando a produtividade da indústria, como a Avaliação de Saúde e Segurança em Trabalhadores da Indústria (ASSTI) e o InfoSESI, a maior plataforma privada de SST da Indústria no Brasil.

A ASSTI é uma ferramenta de avaliação dos hábitos de vida e condições da saúde de colaboradores das empresas que ajuda os gestores na tomada de decisão que melhoram a qualidade de vida e saúde dos trabalhadores.

O InfoSESI, por sua vez, é uma solução com mais de 160 indicadores de SST, que contém dados de mais de 4,3 milhões de trabalhadores da indústria em mais de 50 mil estabelecimentos industriais. É a maior plataforma privada de SST da Indústria no Brasil.

INSTITUTO EUVALDO LODI 

Este ano, o Instituto Euvaldo Lodi (IEL) participa do Congresso de Inovação com iniciativas de inovação importantes para empresas e para o público: o Programa Inova Talentos, que tem como foco a integração entre academia e empresas para promover o aumento da competitividade e produtividade da indústria brasileira por meio do aporte à inovação.

A Plataforma de Educação Executiva, criada para oferecer cursos de educação empresarial de forma virtual, presencial e semipresencial. No site há cursos de Lei Geral de Proteção de Dados, Comunicação, Metodologias Ágeis para Gestão de Pessoas, Liderança, Marketing, além de duas trilhas de desenvolvimento em Soft Skills e Transformação Digital.

E a Plataforma de Gestão e Conexão, que conecta empresários, gestores e consultores de todo Brasil, para que troquem informações sobre operações do dia a dia, inteligência e gestão de performance das empresas. A plataforma permite criar formulários para coletar e analisar dados da empresa em tempo real e, a partir dessas informações, identificar desafios, acompanhar metas, melhorar o processo de decisões e reportar os resultados.

Confira a programação completa do evento.

]]>
pg-nmga - Congresso Internacional de Inovação – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/empresas-pesquisadores-e-ecossistemas-veja-os-finalistas-do-premio-nacional-de-inovacao/Wed, 06 Sep 2023 12:00:59 +0000https://www.bkindex.com/?p=16479Após recorde de inscrições desde 2017, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Sebrae divulgam, nesta quarta-feira (6), os finalistas da 8ª edição do Prêmio Nacional de Inovação (PNI). Entre 3.005 inscritos de todas as unidades da federação, foram selecionados 56 finalistas, sendo 39 empresas, oito pesquisadores inovadores e nove ecossistemas de inovação. O Prêmio reconhece as melhores práticas de inovação do país.

O estado de São Paulo teve o maior número de finalistas (16), seguido por Santa Catarina (12), Bahia (7), Paraná (6), Distrito Federal (4), Rio Grande do Sul (3) e Minas Gerais (3). Alagoas, Amapá, Maranhão, Piauí e Pará também tiveram um finalista, cada.

Os vencedores do Prêmio serão contemplados com uma imersão nacional em ecossistema de inovação, um curso de educação executiva do Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAI) e um curso em Saúde e Segurança no Trabalho do Serviço Social da Indústria (SESI). O anúncio será feito em evento que será realizado no dia 26 de setembro, no São Paulo Expo, na capital paulista.

Veja quem são os finalistas

A diretora de Inovação da CNI, Gianna Sagazio, acredita que o Prêmio Nacional de Inovação estimula iniciativas inovadoras entre empresas, ecossistemas e pesquisadores, e incentiva novas práticas de inovação no país. “O Prêmio não só enriquece a inovação entre esses atores, como também mostra ao Brasil o que vem sendo desenvolvido no universo da inovação, que tanto ajuda o país a crescer. E, agora com o Congresso de Inovação da Indústria sendo um evento internacional, também poderemos mostrar essas inovações para o Brasil e para o mundo”.

O diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick, destaca que o Prêmio não apenas reconhece experiências inovadoras, como demonstra que as melhores práticas estão em empresas de todos os portes. “O PNI materializa o que vimos de melhor em inovação nas grandes, médias e, sobretudo, nas pequenas. Inovação é para todas as empresas, independentemente de tamanho e setor”, afirma.

Sobre o Prêmio Nacional de Inovação

O Prêmio é uma iniciativa da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), com correalização do Serviço Social da Indústria (SESI), do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), e tem patrocínio da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP).

A premiação é voltada para a indústria, com exceção dos pequenos negócios, que podem ser do setor industrial, de comércio, de serviço ou agronegócio, aos Ecossistemas de Inovação e aos Pesquisadores Inovadores. A premiação não avalia projetos isolados e, sim, a capacidade de inovação das empresas e ecossistemas. A novidade desta edição foi a inclusão da categoria Pesquisador Inovador, que destaca indivíduos com esforços relevantes em pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I).

Inscrições abertas para o Congresso de Inovação da Indústria

Uma iniciativa da CNI e do Sebrae, a 10ª edição do Congresso Internacional de Inovação da Indústria terá como tema “Ecoinovação: rumo à indústria competitiva e sustentável”. O evento acontecerá nos dias 27 e 28 de setembro, em São Paulo. Para participar presencial ou virtualmente, inscreva-se gratuitamente no site.

]]>
pg-nmga Mapa do site