pg-nmga - Projetos – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasThu, 20 Jul 2023 12:11:19 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.4.3pg-nmga - Projetos – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/palco-sebrae-discute-investimento-para-black-founders-no-rio-innovation-week/Fri, 11 Nov 2022 21:46:52 +0000https://www.bkindex.com/?p=9433O último dia do Rio Innovation Week foi marcado pela discussão sobre diversidade e representatividade no empreendedorismo inovador. O espaço Sebrae Like a Boss contou com a presença da mentora e investidora Lívia Félix e do CEO da UnicaInstancia, Gilmar Bueno. O bate-papo descontraído foi comandado pelo líder de ecossistemas do The Black Enterpreneurs Club, Douglas Vidal. Com ampla experiência no mercado, eles compartilharam conhecimentos adquiridos e deram dicas sobre como e onde buscar investimentos para empreender como black founder, expressão utilizada para identificar empreendedores negros que lideram negócios, como startups.

Na opinião da investidora e mentora Lívia Félix, o Brasil ainda tem muito o que avançar quando o assunto é crédito para afroempreendedores. Segundo ela, os empreendedores negros somam mais de 14 milhões no país, mas são três vezes mais rejeitados em se tratando de crédito.

“Quando olhamos para o ecossistema de afroempreendedorismo, infelizmente, nós não temos tanta atenção como deveríamos. Então, programas de captação dos quais eu faço parte, como BlackWing, por exemplo, têm um objetivo de trazer luz para esses negócios. Acredito que estamos caminhando e há muita potência neste movimento”, analisou.

Os três foram unânimes sobre a importância de construir redes de relacionamento e manter a constância no propósito. “Tem coisas que eu somente aprendi no campo de batalha e posso dizer que é muito diferente do que aparece nos filmes ou no streaming. Para mim, o relacionamento precede o investimento. É como se fosse um namoro que vai virar um casamento, porque a depender do fundo de investimento, a parceria pode durar até 10 anos”, afirmou Bueno, que já captou investimentos com o Google.

Por outro lado, Lívia deu dicas de como os empreendedores podem fazer uma aproximação adequada com os investidores. “Como eu já estive do outro lado e sou mentora, consigo enxergar o momento do investimento sob outras perspectivas. Eu costumo fazer as perguntas certas porque geralmente o empreendedor foca somente no sonho e esquece do entregável. Então, como investidora, eu quero saber como o negócio pretende ser sustentável e vai impactar vidas direta e indiretamente”, explicou.

Os palestrantes também destacaram a importância de entender que o investidor não é a pessoa que vai entrar com o dinheiro no negócio. “É preciso ter a visão de que ele ou ela também tem o capital intelectual que pode perdurar muito mais do que o recurso financeiro em si e ser muito mais enriquecedor no final das contas”, declarou Lívia. Gilmar lembrou que é muito difícil colocar o “smart money” no contrato e, por isso, o empreendedor deve estar preparado para lidar com vários tipos de investidores. “Eu faço essa analogia do namorar um pouco antes de casar, porque na prática é isso que acontece. Por isso é sempre bom conhecer muito bem o investidor antes. Vai ter aquele investidor que participa de tudo e tem outro que fica em uma posição de conselheiro”, alertou.

Ao longo dos quatro dias do Rio Innovation Week, o palco Sebrae apresentou a discussão de temas variados, com a presença de especialistas, influenciadores e empreendedores renomados no mercado. Além disso, o Sebrae levou 300 startups para o evento considerado o maior encontro de tecnologia, inovação e negócios da América Latina.

]]>
pg-nmga - Projetos – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/programa-que-internacionaliza-startups-no-ranking-da-plataforma-de-inovacao-aberta-lider-na-america-latina/Fri, 11 Nov 2022 19:04:07 +0000https://www.bkindex.com/?p=9426O programa de internacionalização de startups StartOut Brasil foi elencado pela mais importante plataforma internacional de conexão entre corporações e startups, a 100 Open Startups, como um dos 10 principais atores do ecossistema de inovação do país. O anúncio ocorreu nessa terça-feira (8), em São Paulo. Dentre os TOP 25 agentes do ecossistema, o StartOut Brasil ficou na oitava posição como um dos que mais contribuiu na trajetória das empresas premiadas pela plataforma em 2022. Das 300 startups classificadas como as mais atraentes para o mercado, 36 indicaram o StartOut Brasil como um ecossistema relevante, sendo que pelo menos 19 delas já foram diretamente atendidas pelo programa. Todas elas ficaram entre as TOP 10 dentro de suas categorias.

“Para nós, do Sebrae, é um reconhecimento por parte do ecossistema de startups, demonstrando que o programa entrega e gerou valor nestes cinco anos desde que foi criado, em que já conectou mais de 220 startups em mais de 13 ecossistemas no exterior, gerando mais de 24 milhões de dólares em negócios”, afirma o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

Desde 2016, a 100 Open Startups classifica e premia anualmente todos os atores envolvidos no ecossistema de inovação do país. Neste ano, a partir de dados coletados nos últimos 12 meses, a plataforma mapeou 608 agentes do ecossistema, levando em conta a quantidade de startups e corporações premiadas que indicaram e reconheceram a contribuição desses atores em suas trajetórias. A plataforma também mapeou 300 startups e 250 corporações para concorrer ao ranking de suas categorias.

A 100 Open Startups é a plataforma de inovação aberta pioneira e líder na América Latina, que tem como missão transformar o mercado e a sociedade a partir da inovação pela colaboração entre empresas e startups. “Mais uma vez, nosso levantamento aponta a importância da contribuição direta de um ou mais atores do ecossistema na evolução das startups. Segundo os dados, 35% reconhecem tal contribuição, porcentagem que sobe para 87% entre as startups TOP 10 das 30 categorias do Ranking 100 Open Startups 2022”, afirmou Bruno Rondani, CEO da plataforma.

Dentre as startups premiadas que já participaram do StartOut Brasil, duas delas ficaram em primeiro lugar dentro das suas categorias. A startup Pix Force, do Rio Grande do Sul, foi a líder na categoria de Inteligência Artificial. A empresa participou dos ciclos Boston e Nova York e participará também do próximo, que vai ocorrer em Chicago. Já a mineira NVoip ficou em primeiro lugar na categoria de serviços ao cliente. A startup participou do ciclo Santiago, no Chile, que o programa realizou no primeiro semestre deste ano. As startups selecionadas pelo Ranking TOP 100 que já participaram do StartOut Brasil ficaram entre as TOP 10 das categorias de AgroTech, Big Data, BioTech, CleanTech, Costumer Service, Edtech, Energy, Fintech, HRtechs Recrutamento, HealthTech e Artifiicial Inteligence.

Criado em 2017, o StartOut Brasil é desenvolvido pelo Sebrae em parceria com o Ministério de Relações Exteriores, Ministério da Economia, ApexBrasil e Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec). O programa auxilia a inserção de startups brasileiras nos mais promissores ecossistemas de inovação do mundo, promovendo ações de capacitação e rodadas de negócio com importantes players desse ecossistema em diferentes países, em formato on-line e presencial. Nos últimos cinco anos, o programa gerou mais de US$ 24 milhões em negócios e realizou 13 ciclos em nove países, entre os quais Estados Unidos, França, Alemanha, Chile, Colômbia, China, Portugal, Canadá e Argentina. Ainda neste mês, mais um ciclo do programa vai ocorrer em Chicago, nos Estados Unidos, onde 15 startups participarão de inúmeras atividades voltadas ao processo de internacionalização.

Mudança de identidade

Após cinco anos atuando na internacionalização de startups brasileiras mundo afora com o nome StartOut Brasil, a partir de 2023, o programa passará a ser chamado Startup OuReach Brasil. A identidade muda, mas a proposta do programa seguirá sendo a mesma. A agenda do próximo ano já tem programação prevista e as inscrições para o próximo ciclo, que vai ocorrer no primeiro semestre em Madri e Barcelona, na Espanha, já estão abertas. Para mais informações e inscrições, acesse https://www.vinkopersic.com.

]]>
pg-nmga - Projetos – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/internacionalizacao-de-startups-e-tema-de-palestra-no-rio-innovation-week/Thu, 10 Nov 2022 01:38:16 +0000https://www.bkindex.com/?p=9387As startups que desejam internacionalizar seus negócios, mas não sabem por onde começar, tiveram a oportunidade de acompanhar, nesta quarta-feira (9), a palestra do líder de projetos internacionais do Inova Mais, Rafael Rodrigues, no palco Sebrae. Segundo ele, a entrada no mercado internacional precisa deixar de ser um tabu para os pequenos negócios brasileiros, principalmente quando se trata de inovação e tecnologia.

“Quando se fala em internacionalizar, não quer dizer que você vai abrir uma filial ou uma representante da sua empresa em outro país, mas sim que você vai olhar para fora em busca de investimentos, oportunidades, editais e parcerias”, destacou o palestrante. Durante o painel, Rafael também apresentou as possibilidades de internacionalizar negócios, com apoio de iniciativas como o programa Sebrae Like a Boss, parceria do Sebrae com o Instituto Inova Mais. Segundo ele, o programa surgiu para atender a uma demanda por qualificação para o mercado internacional, além de oferecer conexão com os principais players internacionais parceiros.

“Percebemos que não existia ainda uma iniciativa que preparasse as startups para se conectarem como o mercado internacional. Muitas empresas conseguiam oportunidades para participar de missões internacionais de negócios, mas quando chegavam lá não estavam preparadas para enfrentar os desafios que viriam pela frente”, contou.

Até o momento, o programa já conseguiu confirmar mais de 20 parceiros institucionais locais e internacionais, como Unknown Group, EWC, UGlobally, AWS, Venture CUP China, U.Experience, entre outros. Além disso, inclui 13 parcerias com ecossistemas internacionais em países como EUA, Portugal, Holanda, UK, China, Estônia/Finlândia, Israel, Canadá, Arábia Saudita e Colômbia.

Confira abaixo algumas dicas do especialista para as startups que pensam em internacionalizar seus negócios:

  1. Faça um brainstorm com sua equipe para quebrar os tabus relacionados ao assunto. Neste primeiro momento, é preciso desmitificar o que é internacionalização e olhar para as oportunidades, identificando as possibilidades fora do país.
  2. Não tenha medo ou vergonha de buscar parceiros que já atuam no mercado internacional para te orientar, tirar dúvidas e ajudar na tomada de decisão de como adaptar seu negócio.
  3. Conheça as iniciativas do Sebrae para internacionalização de negócios como o Sebrae Like a Boss, que oferece capacitação gratuita com trilhas de conhecimento e conexão.
  4. Fique ligado nos editais disponíveis e procure se informar sobre empresas ou hubs de tecnologia existentes no país do seu interesse.
  5. Pesquise quem já internacionaliza e procure identificar quais foram os principais desafios que enfrentaram.

Para conhecer as capacitações gratuitas disponíveis, basta acessar a plataforma Startup Global.

]]>
pg-nmga - Projetos – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/resultados-do-brasil-mais-e-credito-para-inovacao-sao-destaque-no-primeiro-dia-do-rio-innovation-week/Wed, 09 Nov 2022 18:21:17 +0000https://www.bkindex.com/?p=9369Os resultados do Brasil Mais, programa coordenado pelo Ministério da Economia, em parceria com o Sebrae, Senai e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), foram destaque no primeiro dia do Rio Innovation Week. A iniciativa alcançou mais de 100 mil pequenos negócios em dois anos, com apoio dos Agentes Locais de Inovação (ALI), que atuam a partir de metodologia consolidada em 12 anos pelo Sebrae.

Durante apresentação no Espaço Sebrae Like a Boss, o gerente adjunto de Inovação do Sebrae, Paulo Puppin, ressaltou o esforço conjunto dos parceiros envolvidos e os principais números do Programa. Segundo ele, os próximos passos incluem dobrar o número de ALI para atendimento em todo o país, incluindo agentes especializados em Transformação Digital.

“É um momento de comemoração. Alcançamos nossa meta com impactos significativos de produtividade e aumento de faturamento dos pequenos negócios, mesmo diante de uma pandemia. Estamos falando de 784 mil pessoas trabalhando nessas micro e pequenas empresas e 2,3 milhões de pessoas com suas famílias impactadas”, celebrou. De acordo com Puppin, os ganhos de produtividade chegaram, em média, a 22% nas empresas atendidas com 8% de aumento do faturamento real.

Ao lado dele, o secretário de Inovação e Micro e Pequenas Empresas do Ministério da Economia, Bruno Portela, reconheceu o Brasil Mais como o maior programa de produtividade do país. “Atuamos para melhorar o ambiente de negócios, mas também para permitir elevar a maturidade digital das empresas brasileiras, promovendo a transformação digital”, comentou. No mesmo painel, a assessora especial da presidência da ABDI, Andrea Macera, ressaltou o sucesso da iniciativa. “É um programa que se mostrou flexível, com o desenvolvimento de novas fases que foram se adequando às necessidades econômicas que surgiram”, frisou.

O gerente executivo de Inovação e Tecnologia do Senai, Roberto Medeiros, por sua vez, contou relatos de empreendedores atendidos. “É muito gratificante ouvir de um empresário que se não fosse pelo Brasil Mais ele teria fechado as portas durante a pandemia”, comentou. Em sua fala, Medeiros ressaltou a aplicação da tecnologia 4.0 para melhorar os processos industriais por meio da modalidade de smart factory e lembrou que o Senai está com editais abertos para selecionar empresas para o desenvolvimento de soluções. Detalhes no endereço eletrônico:http://plataformainovacao.com.br.

Crédito para inovação

O palco do Sebrae também recebeu o gerente de operações descentralizadas da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Gustavo Barcelos. Ele apresentou as linhas de crédito oferecidas pela Finep para os empreendedores que querem inovar em parceria com o Sebrae, como o Inovacred e Inovacred Expresso. Ao todo, estão sendo disponibilizados R$ 1 bilhão para o financiamento de projetos de inovação com apoio do Sebrae e de mais 20 agentes financeiros parceiros em todas as regiões do Brasil. Em média, as operações de crédito para as MPE variam de R$ 200 a R$ 250 mil. Mais detalhes aqui.

Segundo Medeiros, a disponibilização, por parte do Sebrae, de consultorias gratuitas para os empreendedores é fundamental e a participação em iniciativas da instituição, como Sebraetec, Inova Amazônia, Brasil Mais e Catalisa, podem contar como critérios de elegibilidade para a tomada de crédito em linhas específicas, como o Inovacred Expresso. “Essas orientações, por si só, já são um grande mitigador de risco. Quando o agente financeiro faz a análise financeira e identifica que a empresa está recebendo uma consultoria do Sebrae, auxiliando na submissão do projeto e acompanhamento, isso pontua favoravelmente na análise de garantias, facilitando o acesso ao crédito”, finalizou.

]]>
pg-nmga - Projetos – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/rio-innovation-week-mobiliza-ecossistema-de-tecnologia-inovacao-e-negocios-do-pais/Mon, 07 Nov 2022 11:00:28 +0000https://www.bkindex.com/?p=9323O Sebrae e mais 300 startups selecionadas pela instituição estão de malas prontas para a Rio Innovation Week (RIW 2022), que acontece de 8 a 11 de novembro na capital carioca. Considerado o maior encontro de tecnologia, inovação e negócios da América Latina, o evento contará com uma estrutura de 50 mil m², 27 conferências, 700 palestrantes e mais de 2 mil startups participantes.

A programação tem personalidades internacionais como o cineasta e roteirista Spike Lee; o vocalista da banda Iron Maiden, Bruce Dickinson; o presidente e editor da Forbes, Steve Forbes; e o empreendedor serial do Vale do Silício e professor de Stanford Steve Black; além de palestrantes nacionais como Nizan Guanaes, sócio-fundador do Grupo ABC de Comunicação; Bianca Andrade, a Boca Rosa, youtuber, influenciadora digital e empresária; e Rebeca Andrade, ginasta brasileira e campeã olímpica.

O Sebrae desembarca no RIW apresentando todos os seus programas, com atendimento personalizado ao público no estande oficial. O Palco Sebrae trará uma agenda específica para as micro e pequenas empresas nas mais diversas áreas, durante os quatro dias do encontro.

Os Agentes Locais de Inovação (ALI) também estarão distribuídos por todo o RIW, oferecendo consultoria e iniciação em inovação para os negócios interessados. Mais de 50 profissionais atuarão divididos por áreas estratégicas como transformação digital, educação e agronegócio.

]]>
pg-nmga - Projetos – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/capital-empreendedor-realiza-circuito-em-sao-paulo-com-60-startups-de-todo-o-pais-e-mais-de-150-investidores/Thu, 03 Nov 2022 14:13:40 +0000https://www.bkindex.com/?p=9279Reconhecido como um dos maiores projetos nacionais de fomento aos investimentos em startups, o Capital Empreendedor, iniciativa capitaneada pela Sebrae, realizará, nos dias 28 e 29 de novembro, o circuito de investimento em evento presencial, na cidade de São Paulo. A fase final do ciclo 2022 do programa levará 60 empresas inovadoras para um encontro com mais de 150 investidores do país inteiro.

Durante os dois dias, os empreendedores estarão imersos em uma programação voltada ao mercado de investimentos. No dia 28, haverá oficinas coletivas com as 60 startups que possuem representantes de todas as cinco regiões do país, networking, trocas de experiências e preparo final para a interação com os investidores.

Na sequência, João Kepler, da Bossa Nova Investimentos, fará uma apresentação sobre as perspectivas econômicas para 2023 e como fica a previsão de investimentos em startups. No dia 29, estão previstas as rodadas de investimentos durante a manhã e a tarde. Em seguida, acontece a apresentação dos resultados e cases de sucesso do Capital Empreendedor 2022.

Edição inovadora

Em sua quinta edição, o Capital Empreendedor já se consolidou como uma referência na formação e capacitação de empresas para performarem no mercado de investimentos de risco. No total, 1.070 startups de todos os estados brasileiros já foram atendidas com mais de 16 mil horas de capacitação. Dessas, 128 empresas inovadoras receberam investimentos que somam R$ 126,9 milhões.

De acordo com a analista de Capitalização e Serviços Financeiros do Sebrae Maria Auxiliadora, além do capital investido, é preciso destacar o potencial de inovação e de troca de experiência proporcionado pela iniciativa. “O Sebrae entende que a relação entre investidor e startup vai além do capital financeiro. É sobre acreditar em um modelo de negócio inovador, investir tempo, promover conexões, trocar experiências. O Programa expandiu sua atuação em 2022, para fortalecer o ambiente de negócios, com a capacitação de investidores anjo no Paraná.”, revela.

Nesta edição, além da formação de empreendedores com oficinas, mentorias e workshops, o Capital Empreendedor colocou em prática no estado do Paraná o projeto piloto de formação de investidores anjo, com 15 pessoas aptas para iniciarem investimentos em startups. No ano que vem, a ideia é expandir para o Brasil.

“A ideia é que essas pessoas entendam o modelo de negócio e a dinâmica de uma startup. Além do dinheiro, ela precisa contribuir com todas as etapas de crescimento e evolução do negócio em que está investindo. Quando aportar recursos financeiros na startup, levará na bagagem a experiência, networking, acesso a novos mercados e conhecimento que possa ajudar no crescimento da empresa investida”, completa Maria.

A edição 2023 do Capital Empreendedor está confirmada e abrirá inscrições gratuitas em março. Acesse todas as informações sobre o programa aqui.

]]>
pg-nmga - Projetos – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/dia-da-inovacao-brasil-portugal-aproxima-players-dos-dois-paises/Tue, 01 Nov 2022 23:25:02 +0000https://www.bkindex.com/?p=9264Inovação. Parceria. Conexões de novos negócios. Fontes de financiamento. Trocas de boas práticas. Dicas de softlanding. Tudo isso marcou o terceiro dia da missão do Sebrae em Portugal. Nesta terça-feira (1º), o Dia da Inovação Brasil Portugal, realizado em Lisboa, teve como tema central a força da inovação no empreendedorismo com vistas a potencializar o conhecimento do ecossistema de inovação dos maiores e mais relevantes players lusitanos. A iniciativa foi realizada pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil), Sebrae, Embaixada do Brasil em Portugal e o Ministério de Relações Exteriores do governo brasileiro.

O Embaixador Augusto Pestana, presidente da Apex Brasil. Créditos: Fernando Donasci.

Em sua fala, o Embaixador Augusto Pestana, presidente da Apex Brasil, destacou a força latente dos empreendedores brasileiros: “O Brasil é um país extremamente inovador com mais de 22 mil startups espalhadas em mais de 800 cidades de Norte a Sul”. Ele salientou também que “Portugal é uma plataforma de acesso aos mercados da Europa, África e Índia. Por isso, a presença do Sebrae em Portugal é estratégica para a promoção do empreendedor brasileiro”.

Presidente do Sebrae, Carlos Melles, durante a missão em Portugal. Créditos: Fernando Donasci

A natureza empreendedora e vencedora do brasileiro foi reforçada por Carlos Melles, presidente do Sebrae, que destacou a importância estratégica da missão empresarial. “Fizemos uma análise interna e percebemos que temos que ser uma ponte. Neste momento especial do ponto de apoio do Sebrae no WTC Lisboa e da parceria com o IAPMEI, devemos explorar de forma positiva as forças que temos com Apex Brasil, Ministério das Relações Exteriores e a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) para gerar novos negócios em outros países de língua portuguesa e ajudar a promover o desenvolvimento sustentável em diversos países africanos. Acredito que esse será nosso melhor gesto de gratidão ao povo africano”.

Durante o evento foram assinados dois termos de cooperação. Um entre o Sebrae e a Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI), com foco no benchmarking em ecossistemas de inovação, a promoção de conexão entre ecossistemas de inovação, a modelagem de estratégias de softlanding para startups, o intercâmbio acerca de investimentos e o estabelecimento de rede de negócios inovadores. Outro termo de cooperação foi assinado entre o Sebrae e o Fórum de Integração Brasil Europa (FIBE) visando facilitar a troca de conhecimentos, boas práticas e tecnologias voltadas ao aprimoramento de políticas públicas em prol dos pequenos negócios.

Conexões valiosas no mercado português

As 270 startups brasileiras que desembarcaram em Lisboa para a missão de internacionalização do Sebrae tiveram uma agenda riquíssima de aprendizados. O grupo aprofundou conhecimento sobre o ecossistema de empreendedorismo de Portugal, o financiamento para startups, o investimento cross border e suas vantagens, como se posicionar internacionalmente com dinamismo e elevar o valor de mercado, além de como usar a língua portuguesa para escalar uma startup.

Também foram realizados pitches de diversas empresas e atores com atuação no mercado português para que que os empreendedores brasileiros possam estabelecer parcerias e realizar abertura de mercado. Outro ponto alto do evento foi o Demo Day, quando 10 empresas selecionadas da trilha de investimentos da missão Web Summit demonstraram o potencial da inovação brasileira representando o empreendedorismo do Brasil com startups de insuretech, edutech, healthtech entre outras.

Ao final, os participantes puderam conhecer um caso de sucesso 100% brasileiro e de renome internacional: o Rock In Rio. Agatha Arêas, vice-presidente de Learning Experience, relatou o caminho trilhado pelo evento, que tem continuamente explorado a inovação para ser uma das marcas mais fortes do entretenimento mundial. Para tal, o festival de música criou uma área de educação. Segundo ela, “o mundo é uma escola. Aprendemos o tempo todo, em família, na escola e no trabalho. Basta ter mentalidade de crescimento, estar disposto a assumir riscos, inovar e utilizar a comunicação como ferramenta de transformação social”.

Trocas valiosas para os brasileiros

Cesar Griebeler, um dos empreendedores da missão, é sócio da SpinCare, startup de Santa Catarina com presença em todo o Brasil que inovou ao diminuir a ocupação de hospitais oferecendo um bom atendimento ao público em suas casas. A empresa está pronta para escalar e reconhece a parceria do Sebrae. “O Sebrae foi fundamental em vários aspectos porque nos deu uma noção de equilíbrio por meio da capacitação em diversas áreas, como financeira, custos, conhecimento de mercado e trocas valiosas para atingirmos voos maiores.” A SpinCare acaba de ser selecionada pelo IAPMEI para iniciar a internacionalização em Portugal.

Aparecido Carvalho e Hermínio Carneiro, sócios da Inovaed, de Goiânia, criaram um questionário que usa a psicologia e antropologia colocando tudo dentro de um programa de inteligência artificial para ajudar empresas a encontrarem o talento ideal. Para eles “é muito importante a oportunidade de estar em Lisboa porque o Sebrae porque permite fazer conexões estratégicas que possam permitir a internacionalização de nossa empresa”.

Já Ricardo Marques, fundador da Hylaea, de Rio Branco (AC), integra o Inova Amazônia e está desenvolvendo insumos farmacêuticos a partir da biodiversidade da Amazônia por meio da substância ibogaína. O produto ajuda no tratamento de dependência química, depressão e doença de Parkinson. “Participar dessa missão do Sebrae é uma grande oportunidade de mostrar ao mundo a riqueza da biodiversidade em fármacos. Quem sabe, no futuro, teremos uma representação em Portugal e venderemos para toda a Europa. Participar do Inova Amazônia foi um divisor de águas em minha vida e fez o meu sonho se tornar uma realidade”.

A Agencia Sebrae de Notícias (ASN) seguirá fazendo a cobertura jornalística e fotográfica completa da agenda em Lisboa e compartilhando, neste espaço, a experiência em primeira mão.

]]>
pg-nmga - Projetos – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/sebrae-inicia-missao-de-inovacao-com-270-pequenos-negocios-em-portugal/Sun, 30 Oct 2022 23:08:08 +0000https://www.bkindex.com/?p=9211“Acredito no poder de novas parcerias em um ambiente tão rico para a inovação, como é Portugal. Participar dessa missão é uma virada de chave para quem pretende internacionalizar os negócios”. A fala é do empreendedor Bruno Zilli Goulart, da Conta Azul, startup que faz a gestão ambiental de entidades públicas. Ele é um dos 270 líderes de startups que estão em Lisboa a convite do Sebrae para participar de uma programação intensa de visitas técnicas, rodadas de negócios e conexão com players do ecossistema de inovação local.

A agenda deste domingo (30), que marcou o pontapé da missão, aconteceu na sede da Nova SBE, uma das principais escolas de negócios do mundo, e abordou o cenário de inovação em Portugal, possibilidades de formações em empreendedorismo e inovação.

Em sua palestra, Marta Pimentel, diretora executiva da Nova SBE, alertou que o mundo está se transformando com tanta velocidade que o empreendedor precisa se atualizar constantemente e em diversas áreas. Hoje, a escola possui alunos de 93 nacionalidades e os brasileiros já representam 25% dos alunos de mestrado profissional. Ela também abordou a dificuldade de reter talentos, já que o tempo médio de permanência de um profissional numa empresa de tecnologia é de apenas 2,5 anos. “Nos dias de hoje, o profissional precisa entender várias áreas e estar sempre em movimento. A única certeza que temos é que o conhecimento tem prazo de validade.”

Por sua vez, Pedro Brito, Associate Dean da Nova SBE, trouxe para reflexão a necessidade de se ter um olhar sustentável para projetos de inovação: “o ecossistema de inovação e a academia tem papel relevante no desafio de encontrar soluções sustentáveis que englobem os aspectos ambiental, social, de governança e impacto na sociedade”. Segundo ele, todos precisam atuar juntos para quebrar o preconceito de que o que é inovador é caro e difícil de ser alcançado.

O peso do empreendedorismo no Brasil foi comentado por Paulo Renato Cabral, gerente de Inovação do Sebrae. Ele deu um panorama do potencial brasileiro por ter 7 milhões de pequenos negócios ativos, 13 milhões de microempreendedores e pelo fato do Sebrae ser a maior aceleradora de startups do mundo. “Levar 270 startups para Portugal representa a abertura de negócios e mercados para essas empresas. Tem tudo a ver com nossa missão, que é capacitar o pequeno negócio em vários temas e também gerar novos negócios locais ou internacionais”. Um belo exemplo disso, segundo ele, é o fato de 20 empresas da Amazônia com forte apelo internacional de negócios fazerem parte da missão do Sebrae. Para Paulo, o empreendedor tem um espírito inquieto e jovem e está impactando o Brasil por meio de startups.

O cenário de inovação em Portugal foi centro da fala de Catarina Salteiro, head de Internacionalização e Projetos Especiais da Startup Portugal. Catarina explicou as vantagens de atuar e investir em Portugal, que tem um ecossistema de inovação estruturado, citando as diversas formas de se obter investimentos e como a Startup Portugal está conectada para promover o empreendedorismo a atores como empresas, universidades, governo, fundo de investimento e incubadoras.

Missão brasileira em Lisboa

Neste ano, 70 startups brasileiras integram a missão internacional, sendo que 50 startups irão expor durante o Web Summit 2022, um dos maiores eventos de inovação do mundo, e as outras 20 participarão na feira. O grupo recebeu apoio técnico do Sebrae por meio de trilhas de capacitação com foco em investimentos, expansão internacionale comércio exterior por meio dos parceiros ApexBrasil, Mistério das Relações Exteriores, Embaixada do Brasil em Portugal, Softex e Serpro. Outras 200 empresas completam a delegação em Lisboa, incluindo 16 startups aceleradas no Inova Amazônia, programa do Sebrae, que promove negócios inovadores em oito estados da Amazônia Legal, visando fortalecer a bioeconomia, o desenvolvimento local sustentável e a inovação aberta.

A importância da atuação do Sebrae na capacitação do pequeno empresário é inquestionável e de grande valia, declarou Diogo Hungria, fundador do Meu Pé de Árvore, com sede em Porto Velho, na Amazônia Legal. O negócio da empresa é plantar árvores em áreas degradadas sensibilizando os agricultores a mudarem o sistema de gestão de degenerativo para regenerativo. “Faço negócios e tenho parceiros vindos das conexões que o Sebrae me proporcionou em eventos no passado. Isso agrega valor ao nosso negócio, abre novos mercados e nos ajuda a sensibilizar pessoas e empresas a preservar a Amazônia, que é o coração de nosso planeta”. A empresa dele quer estar no mercado europeu, que reúne muitas pessoas sensíveis a essa causa. Por isso, participar da comitiva do Sebrae em Portugal é fundamental para se trabalhar a abertura de novas conexões, investimentos e parcerias.

A Agencia Sebrae de Notícias (ASN) seguirá fazendo a cobertura jornalística e fotográfica completa da agenda em Lisboa e compartilhando a experiência nesse espaço, em primeira mão.

]]>
pg-nmga - Projetos – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/startups-brasileiras-a-caminho-do-web-summit-em-portugal/Fri, 28 Oct 2022 16:12:30 +0000https://www.bkindex.com/?p=9176A partir deste sábado (29), 70 startups brasileiras começam a desembarcar em Lisboa para uma missão de internacionalização, com participação no Web Summit 2022, um dos maiores eventos de inovação do mundo. Além da exposição dos seus negócios no evento internacional, os empreendedores poderão participar de rodadas de negócios e se conectar com os maiores players do ecossistema de inovação local. A missão começa com agenda de visitas técnicas e, em 1º de novembro, compreende o Dia da Inovação Brasil Portugal.

O grupo recebeu apoio técnico do Sebrae por meio de trilhas de capacitação em investimentos, expansão internacional e comércio exterior – em parceria com ApexBrasil, Mistério das Relações Exteriores, Embaixada do Brasil em Portugal, Softex e Serpro. Outras 200 empresas completam a delegação brasileira em Lisboa, incluindo 16 startups aceleradas no Inova Amazônia, programa do Sebrae que promove negócios inovadores em oito estados da Amazônia Legal, visando fortalecer a bioeconomia, o desenvolvimento local sustentável e a inovação aberta.

O Dia da Inovação Brasil Portugal, em 1º de novembro – com programação de pitches, Demo Day e apresentação do case Rock in Rio – terá como destaque a assinatura de Acordo de Cooperação Técnica entre Sebrae e Fórum de Integração Brasil Europa (FIBE) para facilitar a troca de conhecimentos, boas práticas e tecnologias voltadas ao aprimoramento de políticas públicas em prol dos pequenos negócios. O evento terá a presença do embaixador do Brasil em Portugal, Raimundo Carreiro, de representantes do Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI), Core Angel, Atlantic Hub, entre outros.

Durante o Web Summit, entre 2 e 4 de novembro, o Pavilhão Brasil será palco, por exemplo, para a “Meu Pé de Árvore”, startup que viabiliza o financiamento da recuperação de áreas degradadas através da restauração de ecossistemas amazônicos, intermediando o financiamento de empresas parceiras com agricultores familiares e comunidades da região. Também fará sua exposição a Agricon Business, plataforma brasileira que usa a tecnologia blockchain para conectar produtores rurais a compradores globais, garantindo rastreabilidade, transparência e segurança nas comercializações de produtos agrícolas.

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, destaca que a internacionalização de startups gera oportunidades de expansão dos negócios fora do país de origem e permite ainda validar negócios inovadores que ainda não foram absorvidos pelo mercado brasileiro. “É possível que uma startup ou empresa de base tecnológica brasileira tenha uma solução inovadora e não consiga validá-la por motivos de que o mercado interno ainda não esteja pronto para absorver aquela inovação. Então, vamos buscar espaço para essa solução em outros mercados, no exterior”, explica.

Missão do Brasil em Portugal

A missão dos empreendedores brasileiros em Portugal acontecerá de 30 de outubro a 5 de novembro. A iniciativa é promovida pela Apex-Brasil, Ministério das Relações Exteriores (MRE) e Embaixada do Brasil em Lisboa, em parceria com o Sebrae, o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e a Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex), com o apoio de outras instituições brasileiras. Confira aqui o programa de internacionalização do Sebrae para Portugal, referência mundial em empreendedorismo e inovação, porta de entrada para o mercado internacional.

]]>
pg-nmga - Projetos – pg-nmga – pg-nmgahttps://www.bkindex.com/inovacao-e-tecnologia/startup-nordeste-concede-bolsas-de-fomento-para-329-startups-da-regiao/Thu, 27 Oct 2022 13:48:51 +0000https://www.bkindex.com/?p=9137O Startup Nordeste – edição 2022 – entra na fase final com a concessão de auxílio financeiro para 329 startups selecionadas na última etapa do programa, contemplando 512 sócios/proprietários de negócios inovadores. Serão concedidas Bolsas Sócio Empreendedor no valor de R$ 6,5 mil mensais por até seis meses. A partir do dia 1º de novembro, os finalistas começam a executar o plano de trabalho definido com acompanhamento do Sebrae até 2023 com mentorias, capacitações e matchmakings com investidores.

Ao todo, o Startup Nordeste lançou nove editais, sendo um por estado da região. Foram mais de 2,2 mil inscritos e mais de 1,6 mil projetos de inovação selecionados para a fase de pré-aceleração. Depois disso, 900 projetos seguiram para a etapa de aceleração e, por fim, os melhores empreendimentos inovadores foram selecionados para receber o auxílio financeiro.

A analista de Inovação do Sebrae Nacional Fernanda Zambom destaca que a concessão de Bolsas Sócio Empreendedor é uma ferramenta de estímulo à inovação oferecida pela primeira vez em 2022. “Esses recursos são fundamentais para negócios inovadores enfrentarem o conhecido vale da morte, período que muitas empresas fecham as portas nos primeiros anos”, explica.

Segundo ela, no começo é muito mais difícil conseguir investimentos para desenvolver ideias mais inovadoras ou colocar o negócio em operação. “O Sebrae dá um fôlego para essas startups se desenvolverem, além disso, elas recebem uma capacitação. Acreditamos que, em pouco tempo, essas empresas estão preparadas para atrair investidores, participar de rodadas de negócios, fazer parcerias e começar uma operação com reais possibilidade de tração”, comenta.

Em ritmo de crescimento

No Rio Grande do Norte, a startup Hubbi é uma das selecionadas no estado para receber a Bolsa Sócio Empreendedor. A empresa atua no ramo automotivo de peças de reposição. Com uma ferramenta digital, é possível identificar toda a ficha técnica do veículo e cruzar informações com distribuidores e fornecedores cadastrados. Em pouco mais de um ano e meio de operação da ferramenta, a Hubbi já possui clientes em cinco estados do Nordeste e se prepara para expansão no Sul/Sudeste.

CEO da Hubbi, Igor Mesquita. Foto: Divulgação Hubbi.

“O setor automotivo tem muito espaço para inovação e, com apoio do Startup Nordeste, aprimoramos alguns aspectos da empresa, como a parte de indicadores, e definimos nosso modelo de expansão para outras regiões”, conta o CEO da Hubbi, Igor Mesquita.

Entenda como funciona o programa

O Startup Nordeste é uma iniciativa do Sebrae que tem o objetivo desenvolver pequenos negócios inovadores localizados na região Nordeste, promovendo o incremento da matriz produtiva regional com produtos e serviços de alto valor agregado, fortalecendo o branding regional e posicionando o Nordeste como rede territorial fértil de negócios inovadores globais.

De acordo com os últimos levantamentos da Associação Brasileira de Startups (ABStartup), em 2020, o Nordeste concentrava apenas 8,4% do montante de startups brasileiras, ou seja, pouco mais de 1.100 startups. Em contraponto, a região é rica em cultura e economia criativa, sendo também bastante significativa nos quantitativos de instituições de ensino e pesquisa.

Saiba mais no endereço eletrônico: www.sebrae.com.br/startupnordeste

]]>
pg-nmga Mapa do site